quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Boa notícia

Apesar dos dias lelé, apesar da cabeça dolorida, das visage e esquecimentos, da falta de grana e quilos a mais... estou tão feliz. Sim, estou muito feliz. Na verdade, eu sou feliz. Mesmo quando estou triste, quando estou mal-humorada, intragável e rabugenta... eu sou feliz.

Adoro minha vida, adoro meus gostoso e escolhoas. Adoro minhas unhas, meu sorriso e meu olhar. Adoro me ver no espelho, adoro minha voz, adoro ler o que escrevo. Eu me adoro! Mais, adoro escrever, adoro blogar e adoro ser chata. Adoro meus gatos, meus blogs e meus amigos.

E, mais do que tudo, adoro fazer aniversário porque adoro ser a estrela e o centro das atenções!

Ai, ai, ai. Alegria, alegria!

7 comentários:

Anônimo disse...

Que bom que vc acredita nisso...

Feliz aniversário adiantado, agora passou o inferno astral, tudo vai entrar nos eixos...

guetoblaster disse...

eu adoro te adorar

Pati Linden disse...

Notei sua falta, guria. Fique bem!!!
Beijos
Pati Linden

Paulo Cesar disse...

Então desejo que você seja muito feliz, se sinta muito agradável, linda, macia, com o astral nas nuvens e com tudo de bom em termos de sonhos, realizações, como afastar os problemas, como lidar com o bem da vida. Acim de tudo, quando olhar para um jardim, procure ver apenas as flores e não o mato que as rodeia.Um beijo muito carinhoso

Carrie, a Estranha disse...

Hahahahahaha

Déia disse...

Esses lapsos de memória são uma bosta... Eu senti esses bagulhos há uns anos atrás: lapsos, enxaqueca, períodos de sono demais entremeados por outros de insônia. Minha médica me passou justamente Rivotril e, surpresa!!! Depois de tomar umas 3 vezes, um dia fui ao shopping, comprei inúmeros bibelôs, duendinhos, peças de artesanato, voltei pra casa umas 4 da tarde e dormi até o meio dia do dia seguinte, sem saber onde estava, se era dia ou noite e com muito sono ainda...fui pro hospital, passei a noite lá, fiz zilhões de exames esquisitos e incomodativos e o que estava errado era a pressão muito baixa e hipoglicemia. No fim de tudo e de alguns medicamentos inócuos, a conclusão a que se chegou é que foi stress. E assim como apareceu, foi embora.

Fernando disse...

Ahhh Roberta, você adora tantas coisas e você mesma para compensar todas as coisas e pessoas que você odeia, só isso. kkkkk