quinta-feira, 12 de março de 2009

Semi-decidida

Acho que vou largar a terapia.

11 comentários:

Anônimo disse...

Larga não... No começo é ruim mesmo, mexe em coisas que achávamos que desconhecíamos, dá uma desiquilibrada, e parece que não resolve muita coisa. Mas com o tempo os resultados chegam e aí sim, você percebe que valeu a pena. Faço a algum tempo, e até cheguei a desistir mas depois voltei. Hoje sei que sou melhor por causa disso... não que sem terapia eu não chegasse até aqui, mas acho que iria demorar um pouco mais e seria mais doloroso.
Força na peruca!!!
Bjs.
Cris - São Paulo.

danielroma disse...

Eu sempre confiei mais em amigos do que em terapeutas... mas é só minha opinião... =)

Beijos

Daniel (seu novo leitor palhaço há algumas semanas já)

Fernando disse...

Se não estiver mais servindo para nada demorou para largar.

Roberta disse...

Cris, que doía eu já sabia, a questão não é essa. No começo foi muito bom, foi importante e não me arrependo. Só que agora, além de não estar "andando", tem me aborrecido, sido cansativo. Gosto mais de ir a dentista que a terapia! Vou parar por um tempo e depois procuro outra terapeuta.

Daniel, eu confio nos amigos, mas é diferente. Não estou dizendo que sou contra fazer terapia, só que, neste momento, não está mais me ajudando.

Fernando, pois é. Demorei um mês, que foi qndo me toquei que não tava indo a lugar nenhum lá.

Mentira, vou a farmácia quando saio cheirar os produtos e me sentir segura.

Bruna disse...

Acho que terapia te faz expor as feridas ocultas e ver como elas refletem no presente. Já tinha dito isso, faço isso sozinha, sem gastar um puto, mas existem os que não conseguem. Vc é uma diva, mulher! Veja o que te faz sentir melhor... Tô sempre na torcida! E para o que precisar, tamo aê. Bjks!

Eugenia disse...

gatinha,
o mantra de hj é o reggae.
"everything´s gonna be all right..."

Roberta disse...

Bruna, sempre fiz isso sozinha, mas chegou um momento em que precisei de ajuda. Foi muito importante, mas no momento acho que não tá andando. Não é só isso. Acho que preciso reavaliar tudo.

Eugenia, assim espero.

Anônimo disse...

Oi Roberta!
Sou sua leitora a séculos, parace que já te conheço de tanto ler seu blog... acho bacana. ´
Sobre a terapia, acho que toda relação tem sua data de validade, a terapia deve ser prazeirosa, se vc não tá satisfeita muda de terapeuta ou de abordagem terapeutica.
Tbm faço terapia, e já mudei muitas vezes de abordagem, é bom pro auto conhecimento!
bjus
Ana

Roberta disse...

Ana,
dá um pouco de preguiça pq ela já me conhecia o processo tava em curso, mas realmente, acho que acabou. Vou dar um tempo e depois tento outra.

Obrigada pelo comentário!

Beijos

danielroma disse...

Sei lá... nunca me senti bem em ter que pagar alguém pra conversar comigo. Me sinto como se estivesse saindo com uma prostituta (sem associar, POR FAVOR, uma profissão com a outra!)

Roberta disse...

Daniel Roma, eu te entendo, mas é totalmente diferente. Tenho muuuuitos amigos pra conversar, mas não é a mesma coisa que ajuda profissional. Sem falar que os amigos tão envolvidos com vc.

Não estou falando mal de fazer terapia qndo digo que vou parar, foi bom e importante pra mim e pretendo retomar no futuro. Apenas, agora, não está me servindo.