sexta-feira, 26 de junho de 2009

Fui

A janta chegou.
Adoro falar janta.

Começou uma vez que um amigo tava puto porque o filho tinha falado "janta". Ficou resmunganado que a ex-mulher deixava o menino falar errado e blábláblá. Desde então nunca mais pedi o jantar, só a janta. Muito mais legal, até um menino de 7 anos sabe.

Não disse que tô irremediavelmente verborrágica? A janta tá esfriando.
Agora fui.

2 comentários:

Rodolpho disse...

Minha Linda, me fez lembrar que em um periodo de excessos "bater uma janta" em uma madrugada fria era tudo. Pena não ter faltado ao Chopp dos Leitores em SP. Fico devendo. Bjao.

Roberta disse...

Rodolpho, pena querido que vc perdeu. Vai ter que se redimir indo ao lançamento do livro do HTP. ;)

Beijos