quinta-feira, 16 de julho de 2009

Tagarela

Meus dentes estão doendo muito, mas muito mesmo. Ontem saí do trabalho correndo pra ortodontista. A torturadora tava animada, enquanto me contava da dieta que tava fazendo meteu duas molas na minha arcada inferior e o borrachão assassino na superior. Disse pra eu voltar só daqui a 20 dias. Essa porra desse borrachão é transparente e mancha, vai estar um nojo (fica amarelo) até a próxima consulta. Vou ficar sem rir ou falar (como se isso existisse).

Da ortodontista, corri pra Uerj. Deu tempo de tudo e não me atrasei, surpreendentemente. A aula foi uma delícia de novo, já tô até com saudade, já que só teremos mais uma aula. Quero mais, tô viciando nesse negócio de dar aula. Já tô cheia de idéias pro próximo curso. Me aguardem.

Claro, como sou tagarela, acabo sempre passando do tempo de aula. Ontem, com a tranqueira nova na boca, achei que ia falar menos. Humpf. Ficção científica Roberta de boca calada. Falei tanto que cheguei em casa com a boca toda esfolada por dentro, tive que passar gingilone antes de dormir, mas já acordei pronta pra outra.

Sim, duas coisas eu faço na vida: escrevo e falo.

3 comentários:

guetoblaster disse...

pelo visto beber cerveja não conta

Helga disse...

O importante é que todo mundo que falar com vc olhará diretamente pra borrachinha cor de beterrada do almoço.

Roberta disse...

Gueto, beber cerveja é como beber água, faz parte da vida, nem conta.

Helga, não como beterraba. ;)