quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Feliz


Estou me sentindo muito feliz, muito mesmo.
Sábado à tarde, em Pirenópolis, caía mó chuva e távamos presas embaixo de uma marquisinha. De repente Fernanda me flagrou com um sorriso besta na cara. "Que felicidade é essa?". É, assim como agora, eu tava numa alegria indígena.

Sabe que que é? É que eu adoro ser Roberta Carvalho! A vida é bela.

4 comentários:

Eugenia disse...

eu também adoro ser eu!
eu sou o máximo!
eu me amo!
rá! :)

Roberta disse...

Sim, eu me amo e é recíproco! Alegria, né amiga?

Dra disse...

Adorei este post...identicação mesmo.
Adoro viver e sou feliz por estar viva.

Leio a algum tempo ja seus blogs e ha tempos estou para te escrever. Mas queria escrever mais tipo num email, mas nunca acho tempo, rsrs.
Um dia eu escrevo.


tenha um dia iluminado
Bjus

Phibes

Fernando disse...

Riso a toa para compensar as crises de mal humor...