sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Mas sabe que estou até alegrinha?

Hoje foi um dia estranho. Acordei cedo, pretendia ir pra porta da repartição fazer piquete, mas tava me sentindo mal e fiquei em casa. Depois briguei com a minha irmã por telefone e por e-mail e chorei horrores. Daí fiquei o dia todo deitada, triste da vida. No meio da tarde liguei o computador e fiquei brincando de Facebook, fofocando no Gtalk, respondendo e-mails. Fiquei alegrinha e esqueci que mala a minha irmã é. A hora passou e me distraí. Esqueci de almoçar e fiquei com dor de cabeça. Depois de uma ligação divertida, fui fazer as unhas e na volta fiquei brincando de conversar por torpedos. Daí já era noite e começou a chover e arquivei a ida à Tijuca para o aniversário da Patricia ou o Escravos. Combinei ir pro Bola Preta com a Graciana. A rua alagou e acabei ficando em casa. Daí quando vi já eram 11h da noite. Agora já dá pra sair, mas tô com preguiça. Eu e Graci combinamos nos poupar para a Maracangalha amanhã.

Não peguei a roupa na lavanderia, não busquei meu vestido que deixei pra diminuir a alça na lojeca de consertos, não fui ao supermercado, nem sequer comprei coca zero.

Resumindo, não fiz nada. E o pior é que tô alegrinha. Vou comer meus cocretes assados (deveriam ser fritos, mas tenho preguiça de fritura), vou tomar mais uma cerveja e depois vou dormir ou ver televisão.

A vida é bela, mesmo encalhada em casa.

4 comentários:

Carmen disse...

Robertinha, qd for assim me chama! Sou fão de noites pasmacentas...e prometo levar 6 cocas light.

Carmen disse...

fã*

Dona Mila disse...

Hummm croquete...
HUUUMMMMM coca zero...

ó, amanhã, hein? te ligo.

Mulherzinha Sim! disse...

Aff! Hoje começou meus dias de "encalhada" em casa. Terminei o namoro ontem :(