terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Porrrrrrada no Marrrrrreco

O pato pateta
Pintou o caneco
Surrou a galinha
Bateu no marreco


Tocava essa fofa musiquinha e Larinha, sobrinha da Ana Paula, cantava animada enquanto brincava. Quando chegou a parte do marreco ela fechou a cara, ficou séria, franziu as sobrancelhas dizendo "porrrrrrrada no marrrrrreco". A mãe tentou aplacar a fúria da crionça. "Tadinho do marrequinho, ele é um patinho, é tão bonitinho...", mas a menina, transtornada, repetia "porrrrrrrada no marrrrrrreco".

Ana me contou isso há anos, Larinha já é quase uma moça, mas nunca esqueci a história. Até hoje, em situações em que acho que devo bater em alguém exclamo "porrada no marreco!". Olha que sou defensora dos direitos dos animais, mas poucas expressões explicam tão bem uma vontade de sentar a porrada em alguém do que "porrrrrrrada no marrrrrrreco".

Lembrei disso hoje porque depois de dizer que ia fazer piquete na porta da repartição e, talvez, bater nuns pelegos fura-greve e apanhar da polícia, um amigo que sabe da história pipocou no Gtalk "Porrada no marreco".

6 comentários:

Anônimo disse...

Sobrancelha....não Sombrancelha!
Pessoa letrada e escrevendo errado! Que feio!! hehehe

Diva Lali disse...

Showwwwwwww!!!
Já incluí no meu dicionário de expressões arretadeixans:"Porrada no marrecooooo!!!"
Nem sei como cheguei no teu blog...Ah, lembrei! Estava pesquisando sobre o meu amor Zeca Baleiro, então, acabei ficando. Sou a tua seguidora 177...rs

Parabéns pelo blog. Simplesmente desestressante.

Roberta disse...

Anônimo, letrado de cu é rola.

Diva Lali, seja bem-vinda!

Damine disse...

Vim aqui hoje pra comentar algo que li no HTP.

Mas morri de rir da história do Marreco e agora não me lembro qual era o comentário.

Vou lá ver se me lembro e já volto.

Lily disse...

ahahah To rindo sozinha aqui no trabalho... A louca! Adorei a historia :))))

Roberta disse...

Damine, eu amo o HTP, mas acho o OMEE muito melhor. Seja bem-vinda.

Lily, sempre faço isso, fico rindo que nem louca no trabalho. Qualquer hora posto sobre a quadrilha de sádicos da minha irmã. É de se mijar de rir.