sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

As últimas do chefinho

Segunda-feira fomos almoçar fora pra comemorar meu anivesário e de outra cálega. Íamos ao Adonis de Benfica, mas diante da canícula medonha nos rendemos ao ar condicionado do shópi: tem um Adonis no Nova América. Na entrada e na saída, vislumbrei as vitrines e choraminguei por não poder comprar nem mariola. Estou falida por tempo indeterminado.

- Quer comprar, compra!
- Não posso, tô falida!
- Coooooompra! Pooooode! Quer comprar, compra.

É tão bom ter um chefe que nos incentiva, né?


***

Hoje ele convocou pro almoço às 11h30.

- Tá, mas vamos almoçar de manhã?
- Há um bom motivo.
- Há?
- Vc vai gostar.
- Qual?
- Não posso dizer.
- É segredo?
- É.

Humpf. As únicas surpresas que eu gosto são aumento de salário ou redução da jornada de trabalho. Nenhum dos dois está ao alcance dele me conceder.

Tem uma torta na geladeria, deve ser a festchinha dos aniversariantes do mês. Tá bom, gosto de ser comemorada.

2 comentários:

CLAUDIA NOVAES DE GODOY disse...

O seu mundo pode até ser estranho, mas também é cultura. Hoje descobri o significado
de "canícula", que de hoje em diante passará a figurar com frequência no meu vocabulário.
Hahahahahaha
Ah, sim, seu chefe até pode ser palhaço (afinal, é homem), mas o sujeito parece ser gente boa. Melhor será se lhe conceder aumento de salário. Você, uma blogstar no auge da fama, não pode se privar de certos mimos no shópis.
kkkkkkkkk

Roberta disse...

Claudia, somos funcionários públicos, ele não tem como conceder aumento.

Blogstar, fama, dinheiro, homens!