quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Merda

Essa merda de repartição só tem dois banheiros, um de cada lado do prédio, que vivem ocupados. Se já é um cu pra se conseguir escovar os dentes ou fazer xixi, imagina pra me trancar lá e chorar.

Se eu chorar sentada na minha mesa vão vir me perguntar porque tô chorando e serei obrigada a dizer "porque eu quero que você morra". Saco.

Acho falta de dignidade trabalhar em um caralho de um lugar que não tem banheiro suficiente e decente. E se eu tiver dor de barriga?

Já abstraí a sordidez da localização, a ignomínia que separa o ponto de ônibus da portaria, os 15 minutos à pé (em terreno acidentado) que levo do ponto do ônibus à minha mesa, a lama e a ladeira do acesso ao meu prédio, a comida nojenta e cabeluda do almoço, o mau gosto e a imbecilidade reinante e, até mesmo, me acostumei com a vileza dos cálega de serviço, mas não consigo me conformar com o caralho do banheiro, puta que pariu!

Tenho muita vontade de explodir aquela merda de banheiro pra ver se contróem outro melhor e maior. Enquanto tiver em obra a gente caga no mato, vai ser quase a mesma situação atual.

4 comentários:

Idoca disse...

Eu estou trabalhando sem ar-condicionado há seis meses.
Eu e os que cujas glândulas sudoríparas têm menos resistência a altas temperaturas.
Tá complicado.

Roberta disse...

Idoca, rebelião?

Junião disse...

Nuss... acho que na boa, baixa quantidade de banheiros eu gerenciaria bem, agora trabalhar sem ar condicionado? NO WAY BROW!

guetoblaster disse...

tu é uma guy falknes de mieeeerddaaaa vamos fazer revolução !