sexta-feira, 26 de março de 2010

Dia estranho

Passei o dia todo enfurnada em casa, sentindo calor e tédio. Depois da euforia da finalização do livro, deu um bode. Desci pra tirar dinheiro, caso resolvesse sair, mas vou ficar em casa mesmo. Meu estômago tá péssimo, parece que engoli um paralelepípedo.

Tinha marcado de ir no Democráticos com a Janine e num sambinha no Cosme Velho com a Xica, mas vou ficar em casa sentindo tédio e calor. Será que consigo dormir? Tô com maior fogo no rabo pra sambar, mas que adianta sair e ficar passando mal? Pensei em fumar um cigarro, mas acho que não vai ajudar muito. Na verdade, acho que vou é vomitar. Tô com uma puta dor de estômago.

Faltou luz durante a tarde aqui em casa e a Gomes Freire tava às escuras até há pouco. Juliana chegou do trabalho e veio jantar comigo, já que subir 5 andares de escada e comer no escuro não era uma opção auspiciosa para uma convalescente. Foi bom, rimos um pouco, conversamos, fizemos planos para amanhã e para um futuro fictício: amanhã queremos ir à praia, algum dia queremos morar num apartamento bem grande, nós duas e A Desgovernada. Tá, tô velha pra morar em república de moças, mas ia ser divertido. Não custa rir fantasiando. Estou muito triste com a mudança da Desgovernada, eu confesso.

Agora que a Ju foi pra casa estou entediada e triste, com vontade de chorar.

4 comentários:

Dona Mila disse...

Olha só, pra dor de estômago, cozinhe batatas com um pouquinho de sal. Tem gosto de terra, é a comida mais insossa que você vai comer na vida, mas a batata tem uma tal de solanina que ajuda muito a aliviar o estômago. Salvou minha vida semana passada. Até porque passar um dia inteiro só comendo batata sem gosto faz você querer curar rapidinho!

Roberta disse...

Solanina, o 'veneno' que tem nos 'olhos' da batata! Nem lembrava mais disso.

Obrigada pela dica.

pra chamar de seu disse...

Pôxa... Vai morar com elas, é?
Tá bom... Fazer o quê? :(

Roberta disse...

Minha Noivinha, tem ciúme não, gostosa. Noiva só tenho uma, vc. Beijos