quarta-feira, 31 de março de 2010

Sorumbática

Tô estranha hoje. Acordei bem, antes do despertador, mas fiquei na cama até estar atrasada. Fiz nada, só olhei pro teto. Vim pro trabalho com um vestido que não uso há muito tempo e daí lembrei porque ele tava encostado: fico horrível nele. Vou ver se veste melhor na Desgovernada, ela gosta dos meus vestidos pretos.

Estou com um pouco de dor de cabeça e um certo cansaço, com bastente preguiça e desânimo. Acho que minha barriga está um pouco dolorida do excesso de abdominais, mas só dói quando respiro. Acho que queria passar o dia todo na cama entre dormir, acordar, olhar o teto e chorar um pouco. Como diz A Cigana, tô precisando chorar. Ela briga que sou durona demais e preciso chorar. Ela me mandou ir a um lugar dizendo que eu ia chorar muito. Fui animadíssima em liberar as lágrimas represadas. Chorei nada. Bom, semana passada chorei um pouco por causa da TPM. Foi ótimo, chorei porque A Desgovernada vai se mudar pra Ipanema, chorei porque minha melhor amiga da 4ª série primária mudou de colégio e deixamos de ser amigas, chorei porque meu pai morreu, chorei pela morte dos gatos Shaisha e Paul, chorei por tudo. Fiquei com a cara inchada e o olhos cheios de bolhas, mas não adiantou. Era choro de TPM, não vale.

Estou me sentindo feia, gorda e chata e esse vestido não ajuda em nada.
Queria chorar hoje, vou tentar quando chegar em casa.

Mas então, tô sorumbática. Talvez seja o céu cinza, que vai desabar a qualquer moemnto e me deixar alagada em Manguinhos. Talvez seja a festa dos hormônios no meu período mentrual. Talvez seja eu não ter um gato em casa. Talvez seja porque eu queria me mudar e não consigo (o apartamento que eu tava cobiçando foi alugado pra outra pessoa).

Sei lá, sabe?

4 comentários:

Ricardo Mello disse...

Amor, você pode estar se sentindo que qualquer jeito mas feia, gorda e chata comcerveja não és. Levanta o moral, vai dar uma malhada forte, beber umas geladas e tudo volta ao normal. Um grande beijo e até amanhã no Gomes.

Roberta disse...

Ricardo, nada que um cerveja com as amigas não cure. Podeixá.

Beijos

Rui Borges disse...

Cmo vc feia de vesttido???
Impossivel, nunca poder ser uma possibilidade?

Roberta disse...

Rui, eu sei que é frescura de mulher maluca, mas tô me sentindo assim.