terça-feira, 20 de abril de 2010

Dia estranho

Ontem cheguei em casa depois das 2h da manhã, bebada que nem uma gambá. Ainda tomei banho e comi meu queijo quente da saúde: fui dormir depois das 3h. Chequei a ligar o computador, mas não tinha forças. Tava até conformada em perder a hora pro trabalho, mas hoje acordei de novo alegre da vida, animada e pilhada antes do despertador tocar. Aliás, tava tão ansiosa que chegava a sentir frio na barriga. Levantei pimpona e me arrumei, já tava saindo de casa quando descobri que não encontrava minha carteira. Pronto, achei que tinha perdido ontem. Lembrava vagamente de ter pago o táxi, mas sabe-se lá se deixei no carro, se caiu na rua. Vasculhei a casa toda. Pronto, perdi o caralho da carteira às vésperas de viajar. Fiquei super tensa. Tomei um busparzinho pra baixar a bola. Paguei mico e pentelhei meio mundo, liguei pro Vicente, pro cartão de crédito, pro meu trabalho, interfonei pros porteiros. Quando já tava indo pra delegacia registrar o BO pra poder viajar sem a carteira de identidade, lembrei de um bolsinho lateral da mochila. Bingo. Tava lá. Obviamente, eu já tava mega atrasada.

Sei lá, fui pro ponto de ônibus e bestei lá uns 15 minutos. Nisso me bateu uma tristeza, uma esquisitice, um bode. Tô triste, talvez seja só cansaço. Talvez.

6 comentários:

Marcelo disse...

Nada que suas férias não resolvam!!! :)

Roberta disse...

Sim, sim!

Clau disse...

Roberta...
Adoro seus blogs...
Me identifico mto com vc...

Deixa eu te perguntar, já ouviu falar de um blog chamado " O perdedor mais foda do mundo"?
Extremamente maxista, e sexista.
Incita os homens a serem violentos e tratam as mulheres de forma perjorativa
Tem alguma forma de denunciar, ou algo do tipo?

Desculpe a pergunta nada a ver mais não faço ideia mesmo do que fazer...

Mari.............. disse...

Roberta, o nome disso é ANSIEDADE... ;)

Palhaço 2010 disse...

O nome disso é remorso praga.
Brincadeira.

Fernando disse...

Esse dia não teve nada de estranho e fui pura rotina para você, já narrou episódios semelhantes aqui.