segunda-feira, 5 de abril de 2010

Reflexões

Um sábio amigo meu sempre repete "mulher para casar tem que ser orfã, porque se família fosse bom eu não tinha mudado do Rio de Janeiro pra me livrar da minha". Fiz uma versão feminina melhorada, embora não tenha fugido do estado pra me livrar da minha família, que homem pra casar tem que ser orfão e estéril, porque além de não estar a fim de aturar família alheia, também não quero ser mãe de ninguém. Homem família e com pulsão pela paternidade é quase a mesma coisa que homem de pau fino: tô fora!

7 comentários:

Idoca disse...

Nem fino e nem pequeno.. pqp.

Dona Mila disse...

A tristeza é que o mundo precisava de mais Robertas pra ser um pouco menos estranho. Ai, babei ovo agora, hahaha.

Roberta disse...

Idoca, se for pequeno mas grossinho dá pra divertir. kkk

Mila, tu é fã que eu sei! :P
Tb sou sua fã, garotona.

guetoblaster disse...

eu ainda vou te fazer um bacurinho pra tu ver como é bom ! ps. teu ovo ta aqui comigo ! nestle classic amargo.

Rui Borges disse...

Onde que ter filho é bom??????
o ruim que as celulas da Roberta Carvalho não se perpetuar no tempo, que pena do fututo, kkkkk

Roberta disse...

Gueto, adoro classic amargo! Tu é foda, até o chocolate que eu gosto tu adivinha! Agora, o bacurinho eu dispenso.

Rui, deixo meus escritos como legado para as gerações futuras.

guetoblaster disse...

tu vai adorar o bacurinho golfando no teu vestido novo ! o moleque rabiscando teus livros que tu acha que são importantes. e o adolescente surrupiando tuas camisinhas porque vai dar espetaculo pra alguma dona de circo. sem falar em tu prenha nove meses de bom humor.