segunda-feira, 12 de abril de 2010

A vida é bela

Pois bem, da repartição, fui para A Ortodontista. Descolei uma carona até a Praça Saens Pena, o que é sempre um carinho. O consultório tava lotado porque as dentistas moram no cu da Barra e do Recreio e tão se fodendo pra chegar. Tudo atrasado. Conforme eu imaginava, ela me meteu um bréquete novo em cada ciso inferior. Mas ó, surpresa! os elásticos continuam! dAgora sou a orgulhosa portadora de dois ganchos para prender os elásticos, além do fio puxando o caralho do dente que não quer alinhar. O troço é tão sinistro que voaram uns três elásticos até eu conseguir prender. Ah, sim, o rombo na parte interna da minha bochecha esquerda segue aumentando, lindo. Delícia.

Na saída, lembrei que meu nome é Roberta Carvalho, né bagunça não e decidi ir à cadimia. Passei em casa, troquei de roupa e rumei pra ACM a passos rápidos, mesmo sem a luxuosa companhia de Madame Krapp, que convalesce de uma gripe. Quase, quase desisti, porque peguei um trânsito do capeta e levei uma hora até em casa, mas perseverei. Agora já garrei amizade com os professor tudo lá, sabe? Já sou local. Sabe como é, sou moça dadinha, logo fico popular.

Agora, missão comprida e cumprida, vou tomar uma chuveirada e me encaminhar pro Adão. Jantarei dois pastéis e dois chopes, na companhia de A Desgovernada.

Deixe-me ir que a vida é bela para quem sabe viver.

3 comentários:

Renata Saintive disse...

Eu sinceramente nao consigo entender como vc consegue tempo pra tudo isso... seu dia tem 36 horas ou sua teve vive desligada?

Roberta disse...

Renata, eu sinceramente não entendo porque me perguntam como arrumo tempo pra tudo. Vcs ficam parados olhando pras paredes?

Renata Saintive disse...

eh... talvez eu fique parada olhando pra teve...