terça-feira, 1 de junho de 2010

Frio

Chovia na hora que fui almoçar, mas quando saí do restaurante caía um diluvinho. Ainda encontrei um cálega ilhado na porta, sentado no banquinho comendo bananada enquanto esperava a estiagem. Dei carona no meu guarga-chuva, que não é grande. Adivinha? Chegamo os dois ensopados na sala. Ainda tô com a roupa molhada, tô com frio, quero ir embora!

4 comentários:

Anônimo disse...

Quanta generosidade ...

Roberta disse...

Sou solidária, sabe?

Dona Mila disse...

Também to com frio, também quero ir embora! :(

Anônimo disse...

Agora vc pode espinafrar meio mundo que com esse ato de heroísmo a consciência deu uma limpada por um semana, mais ou menos. Depois, tudo de novo.