quinta-feira, 15 de julho de 2010

Bons auspícios

Eu andava meio puta com o teclado do meu trabalho. Era duro pra caralho e me deixava com dor no punho direito. Não tinha me animado a pedir para trocarem porque quando anterior começou a prender a letra "A" reclamei e trouxeram outro que prendia a tecla do espaço. Me emputeci e fui na salinha de entulho garimpar um teclado. Arrumei o que era duro e me resignei. Hoje, como o dia está atípico, abri um chamado no suporte pedindo um teclado macio. Né que trouxeram e ainda por cima rapidinho? E ó que já testei: tem acentos e não prende tecla nenhuma.

Realmente, hoje é um dia mais estranho que os outros.

9 comentários:

CHRISTIANE AMORIM disse...

KKKKK! Aqui no meu trabalho hoje, me deram um monitor lindão! E eu nem tinha reclamado do velho! Acho que o pessoal do TI vai com a minha cara!

Roberta disse...

Christiane, lá não tem 'pessoal de TI'. Só tem porquinhos.

Adriano disse...

Pô, sou de TI mais sou limpinho.
Christiane: Porque será?...

CHRISTIANE AMORIM disse...

Adriano, porque será que você é limpinho ou porque será que ganhei o monitor novo? KKKKK!

Fernando disse...

Eles ficaram com medinho da blogstar surtar num dia de fúria, mau humor e onde você mandaria que eles enfiassem o teclado, como são precavidos tiraram o deles da reta rapidinho. kkkkkk

Debora disse...

Confessa Roberta,
que além de blogstar, jornalista, escritora e famosa, é também delegada da Polinter do Anadaraí e tá tomando conta do caso do goleiro Bruno... RsRsRs... http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/07/supostas-amante-e-noiva-de-bruno-vao-prestar-depoimento-no-rio.html Piadinha de mal gosto neh...
Debora

Anônimo disse...

Somos parecidos, fico uma vez por semana com dor no punho esquerdo, porém meu teclado não é tão duro, é que leva um tempo na digitação antes de chegar ao final do texto. Acho até que a mão direita seria mais confortável, mas não posso permitir que a sensação externa de teclação (sic!).

Ósculos conclusivos.

Guido, Power Guido

Roberta disse...

Adriano, em certa repartição onde trabalhei o setor de informática era uma salinha obscura, fétida e misteriosa, onde trabalhavam três gordinhos. Eles só faziam merda e andavam em grupinho. Não demorou para ganharem a alcunha de "Os 3 porquinhos". Daí pra frente passamos a chamar a galera do setor de TI, Informática, Suporte ou coisa parecida de Porquinhos. Nada pessoal.

Ah, eu trabalho num Centro de Desenvolvimento Tecnológico, digamos que sou uma proto-porquinha.

Christiane, aprendi com a sábia Nara Frango que "porquê" é coisa que não existe.

Fernando, porquinhos espertos.

Débora , descobriu onde fica a minha repartição.

Guido, que tal colocar seu nominho no campo "nome" para não aparecer "Anônimo"? A blogstar agradece.

Anônimo disse...

Perdoa-me se sou incoveniente, somente optei por uma das alternativas.
Como você mesmo externou, ainda sou um chato.

Sorry.

Guido, Power Guido

"Deus e o Diabo é que me guiam... Mais ninguém! Todos tiveram pai, todos tiveram mãe, mas eu que não principio nem me acabo sou fruto do amor que existe entre Deus e o diabo...."

Fui, defenestrado.