quinta-feira, 16 de setembro de 2010

E por falar em Pedro Prata...

Amanhã vou dar um corretivo no bruto e nem adianta dizer "não briga comigo, sou eu, Pedro, seu xuxu". Acreditam que depois de ficar uns dois anos com meu Cultura eXtremas - a despeito dos meus pedidos de devolução - ele me devolveu o livro todo marcado a caneta? O filho-de-uma-que-ronca-e-fuça rabiscou o livro e me devolveu. Diga-se de passagem, é meu livro favorito do meu autor favorito.

Vou entregar pra ele de volta e quero um novo. Francamente, Pedro!

6 comentários:

CHRISTIANE AMORIM disse...

Abusado! Detesto gente abusada!

Roberta disse...

E acredita que ele perguntou se eu realmente ainda queria meu livro de volta?

Rui Borges disse...

Odeio que pixa o livro, kkkkk, ate na faculdade ficava maldizendo os mongol que riscavam os livros, ia ver o nome e manda-se se fuder uma strês vezes, pra pegar a praga.

Roberta disse...

E de caneta!

anaís disse...

Por isso que odeio emprestar livros. Morro de ciúmes dos meus....

Gazzy1978 disse...

Também odeio quando fazem isso nos meus. Eu posso grafitar (pq hj em dia, ngm mais fala que é pichador/pixador, é grafiteiro) os meus próprios livros, os outros NÃO!!!
Pior q tenho uma tia metida a intelectual, q empresta meus livros e eles voltam todos indevidamente grafitados, com marca-textos, lápis e às vezes até farelos! Q m**da!