quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Inferno astral?

Não sei se acredito nisso, mas sei que minha vida se transformou em um inferno desde o último domingo. Tudo acontece e tudo dá errado. Estou exausta física e mentalmente e de saco muito cheio. Acho que vou pra minha casa, desligar os telefones e me trancar. Já desmarquei a dentista, vou tentar desmarcar a drenagem linfática também. Talvez se não sair de casa, não encontrar nem atender ninguém e não acessar a internet não me aborreça por umas 24 horas.

7 comentários:

Renata Saintive disse...

Eu sei q nao tem nada a ver com o post, mas como esta o Marrom?

Aline Pozzan disse...

Roberta, as vezes o isolamente é necessário e terapêutico. Descanse e ficará bem melhor. Beijos

Carla disse...

Roberta, sou de Nova Friburgo, e apesar de estar na própria cidade, não consigo informações sobre abrigos que recolheram cães aqui, pq estamos sem telefone, e minha internet só voltou hoje!
Se possível, vc pode colocar aqui mesmo nos comentários onde eu que moro aqui posso ajudar? como voluntária, com doações, etc.
Obrigada :)

Santinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Éllen disse...

Olá, Roberta,

Primeira vez que entro em seu blog. Sobre o seu post, acredito que quando estamos perto de completar mais um ano de vida, ficamos mais sensíveis e pensamos em muitas coisas. Creio que acontece em várias idades. Espero que fica melhor, pois sei que ficará. Um grande abraço.

Éllen disse...

Olá, Roberta,

Primeira vez que entro em seu blog. Sobre o seu post, acredito que quando estamos perto de completar mais um ano de vida, ficamos mais sensíveis e pensamos em muitas coisas. Creio que acontece em várias idades. Espero que fica melhor, pois sei que ficará. Um grande abraço.

LC disse...

Inferno astral é a expectativa de coisas boas com a valorização das ruins.
Se relaxar e optar por risadas dificeis no momento, o trauma vira diversão. Quem tem a competência para tourear uma bando (ou seria plêiade) de leitores consegue adminstrar as chifradas.
Olé!