quinta-feira, 17 de março de 2011

Fuja!

Eis que dia desses me deparo com uma conhecida trajando... sim! Sim, amigos, o inominável aconteceu! a moça saiu de casa ostentando indumentária de cadimia, incluindo o meião do capeta. Se ia ou vinha do fitness club não interessa ou justifica, pois nem lá o traje supracitado é perdoável. Mas, e agora? Ela não é assim minha amiga, amiga... mas é conhecida. Tá, ela nunca primou pelo bom gosto, muito pelo contrário, mas o meião me pegou de jeito, me surpreendeu, eu não tava preparada para ter que interagir com uma portadora de meião. Como agir? Tratei de cumprimentar a moça olhando direto e fixamente nos olhos, elogiei o cabelo e saí correndo o mais rápido possível. Minha estratégia nestas situações é sempre olhar bem nos olhos e elogiar a pele ou o cabelo, antes de sair correndo o mais rápido possível.

11 comentários:

Fernando disse...

Eu fujo de muitas roupas, como moletons, calças de couro, odeio boné, capuz, gorro e aquelas calças que parece que está cagado.

Roberta disse...

Odeio muito tudo isso!

Dona Mila disse...

cagalho, voltei pra academia há 2 semanas e não estava entendendo essa modinha de polainas. Por quê? Por quê???

Até acho que faz sentido dar uma esticada na meia quando colocar a caneleira, que é meio nojinho mesmo que se limpe com álcool, mas... é, não faz sentido ficar igual turista gringo.

Roberta disse...

E andar na rua daquele jeito medonho?
Eu uso meia curta, sem cano.
A caneleira é nojenta, mas vou tomar banho quando sair dali, afinal, tudo é nojento.

Anônimo disse...

É Roberta, dia desses quando eu me arrumava para ir à academia, quase sucumbi a "modinha", chegando a colocar as meias que vão até o joelho. Me senti como uma portuguesa pronta para dançar "arrebita, arrebita"... Em um golpe de sorte, percebi que estava ridícula e coloquei as minhas boas e velhas meias curtinhas. Vamos lançar a campanha Abaixo as meias até o joelho !!!!
Fernanda

Cristina disse...

E o que dizer dos macacões? Virou roupa pra tudo, a pessoa sai da academia e acha que poder ficar o dia inteiro vestida com aquilo! Fica tudo atochado onde não deve...

Roberta disse...

Medo!

Dona Lô disse...

Aposto que essas bonitas fazem a dancinha do Flashdance em casa, na frente do espelho...
Ui, meda!

anaís disse...

só vc roberta... só rindo mesmo....

Roberta disse...

Dona Lô, ivagina essa gente tosca em casa!

Anaís, até sei que cada um se veste como quer e jamais iria dizer a uma destas moças que são cafonas, mas no meu blog me dou ao direito de gongar quem quiser, né?

E, como dizia o palhaço Bozo...

Sempre rir, sempre rir
Prá viver, é melhor sempre rir
Eu sou palhaço, eu faço assim


:-P

anaís disse...

Óbvio Robertinha, a casa é sua... te dou o maiorrapoio!!!!! rsrsrsrs, eu certamente tentaria uma cara de paisagem básica, mas não sei se seria possível....essa de olhar nos olhos e elogiar o cabelo é boa... a menos que a figura complemente o vestuário tétrico com uma daquelas faixinhas com uma flor do lado que andam usando ultimamente.... me perdoe quem curte a tal florzinha, eu acho completamente out... mas eu sou uma chata que gosta de usar preto e tons pastéis... não sou exemplo pra ninguém... rsrsrsrs