sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A vida é bela

Hoje é sexta-feira e está um lindo dia de sol quentinho. Tomei uma caneca de café forte há pouco e escrevo sentadinha no ar condicionado em temperatura bastante agradável. O ônibus não demorou a passar e, apesar de uma música chata, não havia nenhum maluco enchendo o saco no trajeto. Hoje à noite vou encher a cara de cerveja gelada e amanhã vou dormir até o cu fazer bico, pra à noite sair de novo pra encher a cara de cerveja gelada e dormir de novo até o cu fazer bico no domingo. A faxineira foi ontem e a casa está suposta limpa. Segunda-feira é dia de pagamento e, por algumas horas, meu saldo sairá do vermelho.

Eu poderia estar feliz, né? Poderia, mas não estou.

Viram como também sei enumerar motivos idiotas que poderiam me fazer feliz se eu fosse idiota? Então quando eu enumerar as razões que tenho pra estar mal humorada, azeda e chata vocês não precisam repetir argumentos prosaicos que poderiam me alegrar.

Ah, antes que eu me esqueça, também não estou infeliz, mas definitivamente não estou feliz.

2 comentários:

Anônimo disse...

vai dançar maresia possuida na pista da matriz

Roberta disse...

Não toca mais Maresia lá...