sábado, 2 de fevereiro de 2013

O mundo é estranho

Há meses não vinha aqui, sequer acessava o blog, mas pensava nele todos os dias. Sinto muita falta do blog, mas não consigo mais blogar. Como é de domínio público, fiquei maluca.

10 comentários:

Nathália Rodrigues disse...

é uma pena! eu que sou fã assumida amava os relatórios carnavalescos, o pré carnaval e a quarta de cinzas.

faz falta!

bjão

Anônimo disse...

E quem não é maluco? Tá rasgando dinheiro? Está de licença do trabalho? Então não tá tão mal.

Mari disse...

Lindona, volta! Encha nossas vidas com suas ótimas historias!!
Quanto a ser maluca, não se preocupa. Tem muita gente é bem mais e se acha super normal.

Anônimo disse...

top [url=http://www.001casino.com/]001casino.com[/url] brake the latest [url=http://www.casinolasvegass.com/]casino online[/url] unshackled no consign perk at the best [url=http://www.baywatchcasino.com/]casino
[/url].

Anônimo disse...

Maluca e chata. Mas tem quem goste. Quer um copinho de café?

Anônimo disse...

A gente não consegue mais quando doenças nos impedem de fazer aquilo que gostamos, como sair na noite, beber muito, acompanhar os blocos, etc... Quando você não pode mais fazer isso, não há o que relatar.
Como você fez quarenta recentemente, é muito cedo para ficar doente. Algo está errado. Ou você exagerou muito nos últimos anos e a conta está sendo cobrada agora...
Enfim, você sabe o que aconteceu. Só não quer nos contar. Respeitamos...

Fulana disse...

ai roberta... leio tanto os seus históricos, sabia! os blogues mudaram tanto recentemente, tem tantas outras funções, adoro o seu porque ainda é um diarinho, muito mais textos que imagens, enfim, uma leitura deliciosa! estamos te esperando, e lendo os historicos enquanto isso!

Roberta Carvalho disse...

Nathália, também sinto falta.

Anônimo, de perto todo mundo é maluco sim. A questão não é essa, a questão é como lidamos com essa maluquice e qndo ela começa a dar prejuízos.

Sigo trabalhando e não rasgo dinheiro, mas adquiri várias outras manias.

Mari, o negócio não é que não quero blogar porque tô maluca, o negócio é que não consigo.

Anônimo, pode ficar com o café pra vc.

Anônimo, sempre há o que relatar, seja o casal bizarro no ônibus, o porteiro, as reuniões familiares. O negócio não é esse. Muito menos conta a ser cobrada, não acredito nisso.

Estou com depressão, simples assim. E tb não era questão de não querer contar, só de não ter ânimo.

Fulana, adoro qndo ouço (leio) de alguém que já leu todos os meus históricos. Meu blogue sempre será de textos.

Vou voltar, vou voltar, podeixá. Já tô até respondendo comentários, né? ;-)

Ricardo Mello disse...

Realmente fazendo falta. Já que pouco nos vemos, só quando vou ao chope, mato a saudade aqui. Mas nos últimos tempos tenho lido posts passados. Gosto de você desde a primeira vez que vim ao blog e foi ótimo te conhecer pessoalmente. Se cuida, ok? Beijo grande !!!!!

Carla disse...

Faz muita falta!!!!