domingo, 18 de agosto de 2013

De cactus e gatas

Tenho um 'jardim' de cactus na janela. Gosto de cactus, são sobreviventes. Na verdade, são oito vasinhos com uns 10 tipos de cactus e suculentas alinhados ao parapeito. Eventualmente, sou brindada com florzinhas delicadas e fugazes, que encaro com metáforas fáceis da alegria na vida da gente. Sim, nos meus momentos de autoanálise de almanaque - pós surtos de autocomiseração - me acho uma espécie de cactus.

Sou a humana de estimação de três gatas vira-lata de menos de um ano. Gatos gostam de janelas, de ver o mundo e seus costumes através do vidro fechado. Gatos gostam de terra, sentem falta da natureza, teorizo. Gatos sabem que são senhores do universo e que o mundo lhes pertence, que foi criado para seu prazer e deleite, invejo. Sim, os cactus não estão sobrevivendo às gatas. Não, elas não tão nem aí pros espinhos. Sim, gatos sim são sobreviventes.