quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Paul morreu

Ele foi operado hoje de manhã e não resistiu. Estava bem pior do que a ultrassonografia e o raio-x mostravam. Estou infinitamente triste, tanto por ele quanto pelo irmãozinho que mia pela casa procurando ele e mais ainda pela minha amiga Natália, que o adotou, e enterrou dois gatos em menos de três meses.

Eu sei que ele viveu só 2 meses e meio, mas nesse tempo teve amor, carinho e cuidado. Sei que ele seria jogado na rua e teria morrido com fome, frio e dor. Sei que fiz tudo que pude. Sei que depois a dor diminui e fica só saudade. Sei de tudo, mas agora nada me consola. Cada animal é insubstituível e neste momento eu sou só dor. Sei que todos se solidarizam e me entendem, mas mesmo não quero falar com ninguém. Não precisa mandar e-mail ou telefonar, porque não vou atender.

10 comentários:

Ms. Anabela disse...

Um miau sentido aqui da turma de casa.

João mandou mamadas de paninho e muito amor.

Beijos

paulinhaaa disse...

Fiquei triste, estava torcendo por ele...

Bjs

Renata Saintive disse...

Eu sinto muitissimo Roberta.

Ele teve uma vida digna, e gracas a vcs q o ajudaram.

Ricardo "o outro" disse...

Puxa vida , que pena !!!

Felina disse...

triste tb com a notícia, beijo no coração.

Helga disse...

:(

Aline disse...

Poxa Roberta, sinto muito. Pelo menos ele teve amor e carinho, mesmo que por pouco tempo.

Bjs

Eugenia disse...

oo lindona :(
q tristeza
tô arrasada :(
estava torcendo tanto pra ele, tão lindo...
mas é o q vc e a leitora falaram, ainda que a vida dele tenha sido curtinha, foi plena de afeto.
beijos!

Roberta disse...

Obrigada meus queridos.

Cynthia disse...

Puxa vida, Roberta, me solidarizo com sua dor... Sinto muito mesmo. Perder um animal não é nada fácil, ainda mais bebê... Sei bem disso.
No ano passado, dia 22/12, peguei uma cachorrinha preta de uns 3 meses, lá na SUIPA. Dei-lhe o nome de Lilith. Ela estava muito doente e ninguém sabia, pois aparentava e se comportava como uma bebezinha saudável. De um dia pro outro ela começou a passar mal (muito mal, vou poupar detalhes) e morreu. Durou só 5 dias alegrando minha vida e minha casa. Minha tia falou que ela veio pra mim pra ter um pouco de amor, cuidado e atenção antes de partir. Morreu anjinha e feliz... Chorei 3 dias seguidos e tb não quis falar com ninguém, nem sair de casa. Emagreci 2kg de tanta tristeza. Agora, minha dor passou, só ficou a saudade.

Estimo que sua dor também se transforme em saudade o mais breve possível...

Bjks, fique bem.