quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Fatos e fotos

Pobre Carmen, enganei a moça que chegava às 17h30 e ela acreditou. Como estrela que sou, cheguei quase 19h. Felizmente, os vascaínos eram maioria no bar. Melhor assim pois houve menos comemoração e vazaram assim que o jogo acabou. A mesa ao lado da nossa estava ocupada por um grupo deles e logo pudemos estender nossos domínios.

Távamos na mesa do canto, perto da janela. Um morador de rua meio caolho tava aboletado na gradinha (que gosto de chamar de balaustrada, embora não seja) vendo o jogo. Quando abri o presente da Carmen, uma calcinha vermelha, ele revirou os olhinhos - até o que não tinha. Siloan chegou e elogiou minha nova peruca: o pobre quase infartou ao balançar das minhas madeixas. Quando abri o presente dela - um conjunto de lingerie de bolinhas - e encaixei no corpo pra ver se cabia nos peitos... quase que o olho sobrevivente pulou fora. Para bem do pobre parei de experimentar os presentes. Logo chegaram Paulo, Vera, João Baptista e daí pra frente não sei mais quem chegou quando.

Sei que ocupamos duas fileiras de mesa, ficou um lounge entre as duas para circularmos, fora o puxadinho dos fumantes. O pessoal passou uns bancos pro lado de fora e quem fumava se aboletou lá. Era só passar a o copo por cima da gradinha para a mesa e participar do papo dali mesmo. Liiiindo.

Sei que ri, bebi, abracei meus amigos, tirei fotos, ganhei presentes, contei histórias circenses, comentei o carnaval, fiz planos para o próximo aniversário, atendi ligações, recebi torpedos e fui feliz.

Saí do Gomes perto de 2h, não sei bem o horário, com as cadeiras já todas sobre as mesas e ainda querendo uma caipirinha de morango.

A vida é bela.



Da esquerda para direita: Flavio, Mendonça, Inês, Vanessa, Vera, Juliana, Stella, Siloan, Leandra, Carmen, Nara, Val, Graci, Paulo, Eugenia, João, Vicente, Nat King Cole da Lapa, meu garçom Expedito, Natalia, André, Heitor e Carla.

Não apareceram nas fotos João Baptista, Júlio, Cleser, Fátima, Vinicius, Lucas, Carol, o amigo colombiano da Siloan, Dona Mendonça e Francisco. Quando Patrícia e Simone Miranda chegaram já tinha acabado a bateria do meu celular, que é também minha câmera.

7 comentários:

Renata Saintive disse...

AMEI o Nat King Cole da Lapa!
ahahahah

Roberta disse...

Renata, leva pra vc!

Siloan disse...

O niver foi 10, agora o morador de rua que virava os zoinho foi engraçado.... fico rindo só de lembrar. No mais, estavamos todas lendas pro seu niver. Abafou gata!!! bjs, cinemex + chope semana que vem

Nathália Rodrigues disse...

AAAh que lindo! sabia que o niver tinha rendido rs

Roberta disse...

Siloan, cine+chope das meninas!

Nathália, devia ter vindo!

Carmen disse...

Kkkkkkkkkkk, realm o morador quase pulando dentro do boteco foi ótima, kkkkkkkkkk.
Seu aniversário foi a sua cara, querida: maravilhoso!

Flavia Lima disse...

Mendonça não tem cara de Mendonça! hehehehe