segunda-feira, 1 de março de 2010

Estraga prazer

Sempre que saio da ortodontista vou à farmácia. É uma espécie de compensação: adoro farmácias. É conveniente porque na Praça Saens Peña tem quase uma do lado da outra. Uma delícia. Acho uma lástima que na Lapa só tenha farmacinha muquirana. Faz falta uma Onofre, uma Farmalife ou, no mínimo, uma Drogasmil ou Raia. O melhorzinho que temos é uma Pacheco no Bairro de Fátima, o que não adianta praticamente nada. Não sei se já comentei, mas deambular pela farmácia faz feliz.

Pois bem, saí do consultório com os dentes latejando e me joguei na Venâncio mais próxima. Peguei logo uma cesta grande, porque ia comprar muito. Quero nem saber se o pato é macho, quero é mais remedinho, creminho, escalda-pés, hidratante e sei lá mais o que me pareça poder aplacar minha dor.

Fui feliz, mas depois andar até o ponto do 665 equilibrando o sacolão de compras e o guarda-chuva me aborreceu. Pior ainda fuçar a bolsa atrás da carteira e contar os R$ 2,35 da tarifa. Que se foda, vou dar R$ 5. Passei na roleta e sentei atabalhoada pra colocar o guarda-chuva no saco plástico, guardar na bolsa, arrumar meu vestido porque não gosto de pagar coxa no ônibus, ajeitar a pashmina que me escorria dos ombros, guardar o troco na carteira e tentar reaver alguma dignidade. Acabei jogando tudo na sacola da farmácia. Merda.

Odeio quando um prazer tão básico e justo quanto o de comprar produtos de farmácia é atrapalhado.

5 comentários:

Carla disse...

Roberta, querida. Entendo totalmente... Dia de chuva pra quem é pedestre é uma m*. Quando chove eu me arrependo de ter nascido!

E eu tb jogo o troco na sacola, por pura falta de paciência. Eu quero mais é me sentar qdo entro no ônibus!

Quanto ao aparelho... ai, ui... já passei por isso. Ficava sem conseguir comer nem falar direito por uns dois dias depois de apertar. E o mais legal é que em casa, ficavam achando que meu silêncio fosse por mau humor "besta", "sem motivo", e eu ainda era acusada de ser (não estar, tá ligada?) insuportável. Aparelho na boca dos outros é refresco... Legal, né?!

Beijo,
Carla

Roberta disse...

Carla, ai, tão bom saber que não sou a única que mal humora na chuva!

Acredita que tem gente que diz que sou fresca ou que minha ortodontista é ruim pq reclamo de dor? "fulana usou aparelho e não reclamava"!

É que todas as pessoas são iguais, têm sensibilidade igual e todos os tratamentos ortodônticos são iguais também, né?

Beijo

Fernando disse...

Ainda bem que chove aqui na cidade, uma chuvinha fraca, mas melhor que o calor que fez em fevereiro. Adoro a temperatura mais amena.
Essas farmácias de rede são exploradoras eu compro nas pequenas drogarias .

Roberta disse...

Vc é mais chato que eu, Fernando.

guetoblaster disse...

o mini-me se perdeu pela cidade só porque entrou no primeiro onibus para fugir da chuva