segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Sempre pode piorar...

Dormi mal pra caralho (tenho dormido muito mal), acordei cedo pra caralho e fiquei deitada olhando o teto. Aliás, acordei um milhão de vezes no meio da madrugada e numa delas descobri que tinha ficado menstruada. Saco. Odeio menstruar. Daí, às 8h02 pipoca um SMS de um pretendente: "Bom Dia!!!!!!!!!! Flor do Dia. Saudades. Beijos". Bom, ele realmente deve ter achado que era uma boa ideia. Ele realmente é um sem noção. E essa mania de usar caixa alta no meio da frase, que porra é essa?

Às 8h22 pipocou outro SMS, eu já peguei o celular meio bufando, mas ri. Era um amigo convidando pra jantar. Mas precisa marcar jantar tão cedo? Tudo bem, eu sei que ele tem o estranho hábito de acordar no cu da manhã. Tudo bem que eu acordo cedo mesmo pra ir pra repartição. Mas e o meu lendário mau humor matinal, não impõe mais respeito?

Mas vida que segue e simbora que a repartição me aguarda. Toca o fixo. Era a LBV me pedindo uma doação pra comprar uma cadeira de rodas para uma vovó abandonada. Muito triste ter que negar uma doação para comprar uma cadeira de rodas para uma vovó abandonada em plena manhã de segunda, mas fazer o que, né? Mundo cruel, não fui eu que fiz ele assim.

Cagalho, toca o fixo de novo. Era a LBV de novo. Não atendi. Segui pra tentar tomar café da manhã. Quando chego na saleta, uma barata ruiva - daquelas ditas francesinhas - passeia calmamente sobre a mesa. Oidio! Detonei um inseticida em tudo. Deve ter ido meia lata. Há uma obra no apartamento vizinho. Sempre que há obras as baratas se alvoroçam. Larguei tudo bagunçado e cheio de inseticida pra lá, peguei minha bolsa e fui tomar café na padaria.

Ufa, consegui comer um pão na chapa e a mocinha nem esqueceu que o meu café é expresso. Consegui tomar minha refeição matinal sentada na minha cadeirinha de madeira favorita, de frente para a Praça João Pessoa, observando o povo e seus costumes passarem pela manhã da Lapa. Já tava quase refeita dos dissabores recém vividos, mas como uma manhã de segunda-feira não pode ser boa, o ônibus demorou pra caralho e cheguei atrasada na repartição.

Vamos ver o que ainda vem pela frente até eu sentar pra jantar com meu amigo hoje à noite. Pelo menos vamos rir muito enquanto proferimos absurdos e maledicências.

10 comentários:

rayssa gon disse...

maledicência.

ótima palavra. e é tão dificil ouvi-la. :D

Roberta disse...

Rayssa, sou dada a uma malediência... ;)

Leticia disse...

Vc já disse que gosta de mensagens pela manhã. Agora todos que leram vão fazer isso. : )

Natália disse...

Realmente, seu mau humor matinal n impõe mais respeito.

Roberta disse...

Letícia, depende de quem manda a mensagem e não precisa ser tão cedo numa segunda-feira, né?

Natália, uma desmoralização isso!

guetoblaster disse...

amore tu sabe que eu nunca me assustei nem com teu mau humor matinal nem com a tua promessa de danação eterna matutina. mas enfim era tarde pras caraleos 8:20 eu que acordo as 5:30 já tinha vivido umas 3 coisas diferentes.

Roberta disse...

Acordei às 6h30, mas só tinha vivido mau humor olhando pro teto. :P

SIDINHO DJ disse...

kkkkk flor do dia eh cafoníssimo...

Polycena disse...

não consigo te imaginar mal humorada; toda vez que leio um texto sempre te imagino engraçada, divertida.. bjks

Roberta disse...

Polycena, sou mal humoradíssima, mas sou educada com quem me cerca. É muito raro eu chegar a fazer uma grosseria com alguém. E, dizem, sou engraçada mesmo mal humorada.