segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Reflexões

Ontem no Bar Urca estávamos resmungando sobre como a vida ser tornou um inferno neste verão. Todos tinham algum caso ou reclamação para contar, todo mundo tá puto e ninguém aguenta mais as praias e bares hiperlotados. Comentei a experiência em Feiópolis na sexta e que ao chegar vi que até a Praia da Urca tava abarrotada de gente feia. Confessei que jamais tinha imaginado que diria isto, mas odeio turistas e vou começar a falar mal do Rio de Janeiro pra ninguém vir pra cá. Daí Paulinha comentou que o João Ximenes Braga tinha falado exatamente disso na coluna de sábado. Eu não tinha lido ainda. O texto explica exatamente o que os cariocas tão sentindo. Mas melhor (ou pior) do que encontrar ressonância para minhas queixas, me fez ver outro desdobramento do problema: não basta eu fazer planos pra ir consolar os madrileños durante as Olimpíadas de 2016. A partir de agora não dá mais pra (sobre)viver no Rio de Janeiro durante o verão. Serei obrigada a ir enfeiar e estragar a terra do alheio todos os anos.

8 comentários:

Anônimo disse...

Uma ideia? Vai pra qualquer cidade de Minas...pq deve estar vazio lá...estão todos aqui,como é sabido,moro em Cabo Frio,ou seja,a visão do inferno no verão.Tá impossivel qlqr coisa aqui...

Monique

Fernando disse...

Moro no litoral e aprovo os turistas que tornam o lugar mais agradável. Os locais são mal educados, feios e só usam roupas por que é crime andar nu pelas ruas.

Roberta disse...

Monique, uma cálega de repartição voltou hoje de férias em Cabo Frio, onde tem casa desde crionça. Ela me contou que por aí tb tá brabo.

Fernando, tu é do contra, mas eu gosto de vc.

Anônimo disse...

Fernando,você não me conhece..ehehehe

Roberta,põe brabo nisso!Depois do reveillon isso aqui piora a cada dia..e ainda vem ai o Cabofolia...
=X

Anônimo disse...

sou eu ai em cima...esqueci de por meu nome..doidinha já.

Monique Vieira

Cristina disse...

Só pra esclarecer: moro na Urca há 40 anos e a galera que lota a praia da Urca todo o verão vem de ônibus da Central, de trem ou metrô dos cafundós e é tudo carioca que nem eu e vc. Bjs.

Roberta disse...

Monique, chupa essa manga, amiga.

Cristina, sim, estes percebi que era carioca tudo. Falei de gente feia em geral e de turistas em especial.

Livia disse...

contrinui para o caos na nossa cidade levando meus amigos de BRAGANÇA PAULISTA pra passear no dia primeiro, sem sol, como vocês lembram. CABREIRAGEM NÉ MEU!!!

PS: eles já se foram