sexta-feira, 1 de junho de 2012

O mundo é estranho e pequeno

Hoje quando saí da terapia dei de cara com uma coleguinha de natação esperando para entrar. Não foi a primeira conhecida que encontrei lá.

2 comentários:

Tia Fafá disse...

hahahaha!!! Tenho medo é de encontrar colegas de trabalho na psiquiatra.. ai seria ruim

Roberta Carvalho disse...

É Tia Fafá, pelo menos era na psicologa. No psiquiatra ainda não encontrei nenhum conhecido. Mas uma leitora tb era paciente do De Rose, um psiquiatra figuraça que andei frequentando ano retrasado.

Já encontrei coleguinha de trabalho na sala de espera da gineco, o que tb foi engraçado.

O Rio de Janeiro é um ovo.