segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Minha irmã

O mundo perdeu uma cronista sensacional quando a minha irmã resolveu ser secretária. Ela escreve muito bem e, nos idos tempos de escola, sempre teve melhores notas que eu. Minha irmã é uma pessoa boa, doce, que ainda se choca com a torpeza da humanidade. Pra vocês verem, além de catar gato abandonado na rua, ela não mata nem mosquito nem barata, só espanta.

Quem conhece Norminha do Grajaú, nossa mãe, entende que o senso crítico é de família.

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Renata
Assunto: bizarro
Para: Roberta

Aqui tem máquina de café em todos os andares, alguns têm duas. No meu temos uma. Hoje trouxe um pãozinho. À tarde, esquentei e peguei um chocolate para acompanhar. Na copa tem uma bancada comprida em frente à máquina de café e à geladeira. Coloquei ali tudo pronto para trazer pra minha mesa - um copo dágua, o pão embrulhado, o chocolate e o crachá - e fui fazer xixi (o banheiro é em frente). Quando saí fiquei estupefata! Levaram o chocolate!!!!!!!!!!!!! O chocolate que é só pegar na máquina!!!!!!!! Gente????????????????????????
Pasmei.

3 comentários:

Anônimo disse...

O dom de escrever é único e pouca gente o tem. É tão fácil escrever, para quem sabe, mas para os outros é um bicho de sete cabeças. Sua irmã sabe relatar, sabe encadear os pensamentos e descreve-los. Ela deveria comparecer mais no seu blog, já que você anda com preguecite aguda de uns tempos para cá. Mesmo com o alto salário que lhe pagamos para você nos entreter...

Andréa disse...

Concordo plenamente com esse anonimo ai rsrsrsrr

Roberta Carvalho disse...

Anonimo, vou passar a partilhar mais os e-mails da minha irmã com vcs. Vou dar 10% do alto salário pra ela, podeixá.

Andréa, eu tb queria blogar mais....