sexta-feira, 30 de julho de 2010

HTP na Revista do Globo

Acabei de conversar com a repórter por telefone, deve entrar numa matéria sobre comportamento feminino a ser publicada no outro fim de semana. Confirmo assim que souber.

Espaço Vintage

Esqueci de comentar, ontem fui com A Lôra na inauguração do Espaço Vintage, na esquina da Gomes Freire com Visconde do Rio Branco. A casa é espaçosa e os banheiros bons. Adorei ter mais uma opção no nosso quintal. Quem sabe, quando o Bola Preta fechar para reforma, eu me mudo pro Vintage, né?

Ontem tinha show do Dudu Nobre, mas acabamos não ficando. Festa de inauguração, muita gente, show atrasado... fomos tomar a nossa cervejinha de fim de noite na Casa da Cachaça e depois dormir o justo e merecido soninho de moças trabalhadoras.

Que merda

Peguei ônibus errado quando saí do trabalho. Ninguém merece pegar ônibus errado no fim do expediente de sexta. Com isso, cheguei em casa tarde e não peguei a lavanderia aberta. As três sacolas de roupa suja vão pernoitar na saleta. Merda. Resolvi tentar resolver pelo menos uma coisa e fui ao supermercado. Lotado. Merda.

Cheguei em casa agora, mais de uma hora depois do horário habitual. Cansada, irritada e com dor na coluna. Sim, é sexta, mas não é um bom dia. Engraçado que acordei ótima, feliz, alegre da vida, mas ao longo do dia tudo desandou. Acho que tudo começou quando eu saí do banho e vi uma barata que entrando por baixo da porta. Era das grandes. Eu tava descalça e o inseticida embaixo da pia da cozinha, com a barata entre mim e ele. Tinha, sei lá porque, deixado os chinelos no banheiro e saído descalça. Na pressa, antes que ela se enfiasse embaixo de algum móvel, fui obrigada a usar a sandália que tinha saído ontem e tava no chão perto da janela. Merda. Logo minha rasteirinha vermelho e rosa, a favorita, agora jaz em quarentena, até eu esquecer o nojo. Depois do assassínio, passei pano molhado com desinfetante no trajeto percorrido pela barata. Nenhum dia que comece assim pode dar certo.

Merda.

Tá, podia ter sido pior, ela podia ter entrado enquanto e tava no banho e se escondido. Ou pior: subido na minha caminha de lençóis que troquei ontem e borrifei lavanda! Tá, não foi tão ruim, sempre poderia ter sido pior (às vezes é difícil ser otimista).

Mas quer saber? Merda mesmo assim.

Lavadora comprada

Em 10 úteis a partir da confirmação do pagamento, via cartão de crédito, minha mãe poderá lavar sua roupinha na magnífica e novinha Brastemp Ative de 11kg, adquirida por R$ 1099,00 no site do Ponto Frio, conforme indicação dos meus diletos leitores. Mamãe agradece.

Personare sabe tudo!

Momento de prazer e diversão
Vênus na casa 5
De 30/07 (hoje), 15h44, até 30/08 , 1h41

Prazer: esta palavra curta e simples sintetiza perfeitamente o momento que vai de 30/07 (hoje) e 30/08 em sua vida, Roberta. Vênus em trânsito pela quinta casa astrológica sugere um período de festividades, de lazer, de romances e de sexo. É claro que não é apenas uma questão de se sentar e ficar esperando que tudo isso venha até você, e sim de aproveitar a maré do momento, que estará predispondo você a situações de prazer e de deleite. Afinal de contas, a energia amorosa está colorida e Vênus na Casa 5 favorece as situações românticas.
Não perca a oportunidade de ir a festas, shows, eventos sociais. Jogos de habilidade, sejam quais forem, tendem a ser muito apreciados neste momento. Neste divertido ciclo de Vênus, boas oportunidades podem surgir e você saberá usufruir delas. Tenha apenas atenção a um ponto especial: apaixonar-se por alguém neste momento é bem possível, mas lembre-se que você está numa fase naturalmente predisposta a paixões. Convém ir devagar, não se precipitar, esperar este ciclo passar e ver se o sentimento perdura. Muitas vezes aquilo que nos parece "amor" não passa de uma situação circunstancial, que tem mais a ver com o clima, com o dia...
De todo modo, Roberta, esta é uma fase para você aproveitar os prazeres da vida. Se jogue! Mas aprecie tudo com moderação...

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Ah, as coisas que não devemos fazer...

Mas fazemos!
Uma delas é blogar bêbada.

Melhor ir dormir.
Só digo uma coisa: sexta-feira é dia de skol na mão e calcinha no chão. Opa, já é sexta-feira!

Meu nome é Roberta Carvalho!

Né bagunça não. Tudo bem, tô podre do estômago, mas tomei uma sopinha e vou correr atrás do prejuízo: vou encontrar A Lôra e vamos tomar cerveja.

Dor de estômago, teu nome é Roberta

Achei que as coisas não iam bem e eu tava meio chatinha. Achei que comer um chocolate seria uma boa ideia. Não, não foi.

Semana perdida

Essa semana foi péssima pra mim. Quase não produzi, não bloguei nem escrevi. Cabulei o VP e a cadimia. Não fiz dieta, não bebi, não me diverti. Não fiz nada e não fui feliz. Pra piorar, minha casa tá uma zona, bagunçada e suja.
Hoje de manhã foi aquele momento horrível que nenhuma roupa dava em mim. Estão quase todas em cima da cama. Eu ia vestindo, me olhava no espelho e dizia "não", tirava, jogava na cama e experimentava outra.

Tem nada não, vou virar o jogo. Esse fim de semana vou cuidar muito de mim, vou fazer unhas, massagem no cabelo, depilação e, se o tempo estiver bom, vou à praia tirar o mofo.  Vou arrumar meu armário e aposto que vou descobrir um monte de vestidos que não lembrava.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Namore uma blogstar 2010 - segunda etapa

A primeira etapa, que consistiu na análise dos currículos foi encerrada. Os classificados para a próxima fase receberão, ainda esta semana, um e-mail com data e local do teste presencial. Não há recurso e o não comparecimento implica na eliminação do candidato. Ao fim do processo seletivo será publicado aqui o nome do vencedor.

Para evitar constrangimentos, não será publicada a listagem com notas ou nomes dos desclassificados. Todos os inscritos receberão um e-mail com a análise da sua participação no concurso.

Meu alento

É a minha caminha gostosa!

Por pior que as coisas estejam (ou pareçam), tenho a minha caminha gostosa e aconchegante me esperando, sempre em lençóis de percal cheirosos. Há duas semanas comprei um forro novo para o colchão e ela ficou melhor ainda. Tenho quatro travesseiros, um rolo e uma infinidade de almofadas, de diferentes tecidos, texturas e enchimentos. A cama é tamanho casal - afinal, durmo sozinha mesmo -, mas o edredon vermelho é queen, pra eu poder me enrolar como quiser e sobrar coberta pra todos os lados.

Já, já estarei aí, caminha querida!

Péssimo humor

Ontem cheguei em casa, tirei a roupa, deitei e dormi. Deviam ser umas 18h. Acordei às 20h20, era minha irmã me perguntando algo que eu não sabia responder, como de costume. Levantei, arrumei a casa, lavei a louça, falei ao telefone com dois amigos e deitei de novo, por volta de 22h. Acordei hoje às 7h da manhã. Descansei, mas continuo bocejando. Tô chata, irritadiça e mal humorada.

Quer saber? Vou pra casa deitar e dormir de novo.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Todo sono do mundo

Tô precisando dormir sem hora pra acordar, sabe como é? Pois é. Não tenho saúde pra essa batida que tô levando. Ontem fui na roda de samba da Pedra do Sal. Aproveitei que uma cálega de repartição ia comemorar aniversário lá e convoquei meu amigo Vicente-vem-dar-o-cu-pra-gente Magno que tinha chegado do estrangeiro após um mês de férias. Tava exausta, então cabulei o VP. Da repartição corri pra casa e dei uma dormidinha de uma horinha. Podia ter dormido mais que Vic atrasou. Bebemos, rimos e falamos bobagens na companhia de Sambinha. Sim, essa é a alcunha de um amigo dele. Pouco depois de 22h fomos embora. Vic tava batendo pino, porque tava virado da viagem. Eu queria me ver no SBT Repórter (e também tava batendo pino de sono).

Depois do programa ainda falei ao telefone, respondi SMS de parabéns, fiquei um pouco no GTalk. Resumindo, dormi tarde. Hoje tinha uma entrevista coletiva na repartição e não podia me atrasar. Adivinha meu estado? Pois é, tô burra de sono e ainda tenho outra reunião pela frente. Só penso em ir pra casa. Vai ser um daqueles dias que desligo os telefones, deito e durmo até a hora de ir trabalhar de novo. Vou nem jantar!

Conselho do Tarot Personare de hoje!

Goze a vida!

O 9 de Copas emerge como arcano de conselho neste momento de sua vida, Roberta. Trata-se de um aviso para que você possa gozar melhor os prazeres da vida, permitindo-se situações e encontros que lhe proporcionem felicidade. Você merece, após tantas coisas, passar por uma fase de satisfação do ego. Divirta-se! Procure, neste momento, afastar-se voluntariamente das coisas e pessoas que lhe causam desprazer. Estimule tudo o que lhe parecer satisfatório, principalmente no que diz respeito à satisfação dos sentidos: as coisas belas, gostosas, estimulantes. Observe também que, quando nos colocamos na direção da felicidade, muitas pessoas tentam nos dar opiniões insolicitadas, nem sempre com más intenções, que – se ouvidas – nos afastam dos nossos verdadeiros objetivos. Confiança, portanto, em sua própria intuição!

Conselho:
Procure se dar prazer sem culpa. Curta a vida!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Liga a TV, putada!

Daqui a pouco tem Roberta Carvalho no SBT Repórter!

Namore uma blogstar 2010

Conforme anunciado, o prazo para recebimento de currículos foi encerrado na última sexta-feira. A Banca passou o fim de semana debruçada sobre os currículos, deliberando sobre a idoneidade dos inscritos. No entanto, ainda não foi liberada a lista de nomes indicados para a fase seguinte, ou mesmo algum favorito foi confessado. Sei apenas que há muitas desclassificações por erros de ortografia e algumas pelo candidato apresentar estado civil inadequado, além de uma desistência.

Assim que receber a lista, se concordar, publicarei. Os aprovados para a fase seguinte receberão e-mail com data, hora e local do teste presencial. O não comparecimento é eliminatório e não serão aceitos recursos. A banca é soberana!

Reflexões de segunda-feira

Às vezes fico em dúvida se é melhor ou pior ser inteligente e conseguir identificar os processos e os gatilhos que desencadeiam minhas maluquices. Talvez seja bom, por ter chance de tentar mudar alguns comportamentos ou, pelo menos, lidar melhor com algumas situações. Mas, com certeza, é pior ter essa consciência, porque sei que não tem jeito. É algo que não está sob me controle.

Agora eu e Chefinho temos um novo tópico para nossos almoços.

O mundo é estranho

Estou mais lelé do que nunca, a crise é grave e o buraco é bem mais embaixo.

Consulta

Preciso comprar um  máquina de lavar roupa de 10kg. Alguém alguma opinião para dar?

Boas novas!

Hoje de manhã fui na ortodonista. Tiro o aparelho em outubro.

domingo, 25 de julho de 2010

Delícias do Grajaú


Rebordosa, teu nome é Roberta

Dileta audiência, enfiei o pé na jaca ontem. Eu nem bebi tanto, mas sabe-se lá como, fiquei bêbada como há muito não ficava. Tô tomando café enquanto escrevo. Acordei hoje, às 14h12, com o telefone fixo tocando (num laivo de sobriedade, tirei o som do celular antes de dormir). Era minha mãe me convocando porque minha irmã tá com febre. Deu vontade de perguntar "Sou médica? Meu nome é paracetamol? Então tá me ligando pra que?", mas enquanto boa filha, vou atender aos apelos de "vem logo, vem de táxi".

Levantei e me senti tonta. Olhei pro chão e a roupa que usei ontem jazia em um montinho perto da janela. "putaquiupariu", remunguei. Olhei pro travesseiro. A fronha que ontem era de percal branco imaculado tá parecendo um sudário. Dormi mquiada e ontem tinha estreado meu lápis de olho Urban Decay Zero, acompanhado da máscara Coup de Théâtre I. Tá podia ter sido pior, eu podia ter usado a Volume Clubbing, que parece que passei asfalto nos cílios, mas mesmo assim resmunguei "putaquiupariu". Fui pro banheiro e, sentada no vaso, enquanto fazia o xixi mais longo da minha vida, observei meus pés. Os dedinhos de unhas pintadas de vermelho tavam cheios de lama seca. Sim, saí de sandalhota rasteira e não tomei banho quando cheguei em casa. Simplesmente larguei as bijuterias e a bolsa na mesa, vestido, sutiã e calcinha em um montinho no chão e deitei. Quando me olhei no espelho e me vi transfigurada num urso panda, fui obrigada a resmungar "putaquiupariu" de novo e pegar o telefone pra contar tudo pra Lôra. "Ai, que delícia, tanto tempo que eu não acordo assim".

sábado, 24 de julho de 2010

A vida é bela

Ontem fui no show do Nando Reis com A Desgovernada. Como estávamos cansadas, viemos direto pra casa depois. Hoje acordamos e fomos pra praia, onde encontramos Juliana e Graciana. Sim, após vários meses, as areias do Leme testemunharam o reencontro da Gangue. Almoçamos nas imediações e cada uma foi pra sua casinha para o descanso de beleza.

A vida é bela com as minhas amigas.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Estado de choque

Tô apavorada. Meus lençóis sumiram. Eu tinha sete jogos de cama de percal e uma pilha de fronhas extras. A gaveta de roupa de cama tá vazia. Ou tô muito mais louca do que imaginava e esqueci tudo na lavanderia ou a faxineira roubou. Tá, eu posso estar mais louca ainda e ter escondido os lençóis, mas moro numa kitnet, nem tem onde esconder! Socorro!

Lástima

E com grande pesar que comunico o falecimento do meu microondas. Não sei o que será de mim, pois só cozinho nele.

Caixa postal cheia

Estou com 64 e-mails por responder na caixa postal do OMEE. Prometo dar cabo deles até segunda-feira.
Na do HTP são mais de mil. Não sei como fazer pra responder.

Enquete

Marquei encontro com as tesouras do meu cabelereiro às 18h.
E aí, toso ou deixo crescer?

A vida é bela pra caralho, porra!

Tá, eu tô bebada, mas não vem ao caso.

Hoje o dia foi tenso, foda. Revelações, brigas, encontros e desencontros. Mas quer saber? O amor é lindo e sempre prevalece. Estou TÃO FELIZ e ORGULHOSA, mas tanto que vocês nem imaginam. Olha, ninguém foi empossado ainda, mas hoje foi declarada, explicitada, uma das melhores histórias de amor que já tive notícia. Tão tão feliz e orgulhosa de serem meus amigos que... que minha fé no amor renasceu. Sim, amigos, eu acredito no amor e a vida é bela,

quinta-feira, 22 de julho de 2010

E digo mais!

Marquei hora pra cortar o cabelo amanhã.

Sem paciência

O mundo hoje tá mais estranho que o habitual e não tô conseguindo segurar com a mão.

A nova piada da repartição

A anedota do momento é dizer que estou grávida, por causa dos meus enjoos e sono excessivo. Todos me zoam, todos se divertem. Já tão sugerindo um aditamento ao Concurso para Namorado: o candidato precisa gostar de crianças... alheias. Dã!

Eu não estou grávida. Isso da mulher sentir enjoo e estar grávida é só na novela, tá? Eu tô é podre do estômago. É quase impossível eu estar prenha, garanto.

E quer saber o que mais?

E depois vou encontrar O Orientador e A Lôra pra tomar chope e comer pastel.

Reiva

Não vou a academia hoje. Quer saber? Vou é fazer as unhas. Marquei horário com as minhas manicures favoritas, uma pra mão e outra pro pé. Vou mandar esmaltar em vermelho Deixa beijar e sair por aí.

Namore uma blogstar 2010 - Informes

Primeira desistência! Um dos mais fortes concorrentes acaba de retirar sua candidatura. Não aguentou o tranco de cortejar uma blogstar assediada e pediu pra sair.

Decepção, teu nome é Roberta

 (de,cep.ção)
sf.
  1  Sentimento de tristeza ou frustação ante o fracasso de expectativas (decepção amorosa); DESAPONTAMENTO; DESILUSÃO
  2  O que causou decepção (1)
 [Pl.: -ções.]
 [F.: Do lat. deceptio, onis.]

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O grande dia

Segunda que vem será um dia de grandes emoções: tenho ortondotista de manhã e ela deve me dizer quando vou tirar o aparelho; vou publicar a lista de classificados no concurso para namorado; Vicente Magno volta ao Brasil e, à noite, irá ao ar o SBT Repórter sobre sedução com uma participação minha.

A vida é bela.

Namore uma blogstar 2010 - Aditamento

O prazo para envio de currículos do concurso Namore uma blogstar 2010, foi prorrogado até a próxima sexta-feira dia 23 de julho, exclusivamente para candidatos residentes na cidade do Rio de Janeiro. Na segunda-feira, dia 26, será publicada a lista dos classificados para a próxima etapa.

A prorrogação se deve, além de inúmeros pedidos e súplicas de mais prazo, a não paridade entre os estados. Só tem paulista! Quer dizer, até tem dois cariocas, mas o restante dos candidatos é de SP. Portanto, você carioca solteiro, livre, leve e solto que quer namorar uma blogstar, trate de preparar esse currículo e enviar para roberta.carvalho@gmail.com. Não haverá novo adiamento e eu posso acabar me casando com um paulista.

Os candidatos de outros estados que ainda quiserem se increver devem indicar no currículo "Cadastro de reserva" e a cidade de onde escrevem. Sabe-se lá se eu me mudo, né?

Mó lazer

512 perguntas respondidas no Formspring. Vcs são curiosos, hein?

Estranha

Ontem pretendia ir à cadimia, tentar obter um pouco de endorfina. Fui trabalhar biita, biita, com o tênis da academia e o uniforminho na bolsa, pra ir direto. Humpf. Saí da repartição me sentindo cansada e enjoada, mas firme no propósito de correr na esteira como se não houvesse amanhã. No caminho comecei a piorar, sentir um enjoo terrível. Percebi que vomitaria se fosse pra academia, desci no ponto de casa. Cheguei por volta de 18h, tomei um copo de água, tirei a roupa (que ficou jogada no chão) e deitei. Dormi até hoje às 6h40 da manhã. É, era cansaço.

Tá, acordei algumas vezes para beber água, ir ao banheiro, atender o telefone, mas não despertei realmente. Algumas ligações que recebi acho que eram pesadelo, inclusive. Acho que uma briga no corredor ou prédio ou apartamento vizinho também me acordou algumas vezes, além da música que vem do Bola Preta.

Hoje acordei ainda enjoada. Mal consegui tomar café de manhã. Parece que engoli um paralelepípedo e vou vomitar a qualquer momento.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

É....

É melhor eu empossar logo um namoradinho atencioso, apaixonado e bom cozinheiro pra vir fazer jantinha pra mim.

É grave a crise

Estou aqui comendo uma das piores refeições da minha vida. Eu já cozinho mal e de má vontade, pra piorar, meu saleiro cai sal demais. Tá, era ruim, mas comível, mas agora tá foda. Acho que meu microondas subiu no telhado. O bicho tá lelé. Tem teclas que ele não ouve mais e outras ele entende errado. Fora isso, anda neuvoso e queima tudo. Tô comendo tudo seco e meio duro. Merda.

Tédio, teu nome é Roberta

Quase não tem comentário, nada de e-mail na caixa postal, nada de pergunta no Formspring, pasmaceira no Facebook... vou dormir.

Namore uma blogstar 2010 - tá terminando!

E aí, palhacinhos do meu Brasil, já se inscreveram?
O concurso para meu namorado tá bombando, mas ainda dá tempo de concorrer.

Confesso que fiquei surpresa/decepcionada com os palhacinhos do Rio de Janeiro. Só da currículo de paulistano! Como diria sua futura sogra, minha mamãe lelé, esses cariocas tão com nada nas cuecas. Aguardo currículos até a meia-noite do dia 20.

Blogstar no Debate Bola

Ontem participei do programa Debate Bola, na  Rádio Transamérica Rio - 101,3. Não, não me dei ao desfrute de falar de futebol, como os meninos do pograma, Léo, Nando e Alexandre, são tudo cálega de faucudade, fui falar do livro do HTP mesmo. Ainda conheci a Nina e a Orquídea Pink, leitora assíduas. Foi divertidíssimo.

Ah, você perdeu o programa, pangaré? Então clica aqui e ouve.

Chata

Vontade de chorar, de bater em alguém (quase qualquer um serve), de quebrar tudo.
Péssimo humor. Surpreendentemente, piorei depois do almoço.

sábado, 17 de julho de 2010

Fragmentos

- Amiga, você tá num humor ótimo.
- Gostou? Vende na farmácia!

Ressaca, teu nome é Roberta

Acordei há pouco, msa queria estar dormindo. Queria e devia, não fosse a britadeira na obra vizinha. Minha cabeça e meus pés tão doendo, latejando. Quem mandou sair pra dançar e encher os cornos de sapato alto, né? Quis fazer a piranha fina, bem feito.

Lembro que já tava bebada, tipo ventando, e meus amiguinhos malucos diziam que eu não tava bêbada e me davam mais cerveja. Acho que eles falaram alguma coisa de fazer um blog chamado mulher é tudo palhaça. Tentem a sorte, boys. Tão previsíveis, né?

Sei que em algum momento tive um laivo de sanidade e me mandei. Vim pra casa sozinha, à pé, na chuva. Lembrei quando levantei e vi minha roupa ainda ensopada no chão. Bêbado tem cada ideia (não gosto de colocar acento em bêbado, me incomoda).

Sabe o pior? Hoje vou fazer tudo de novo. Aliás, hoje vai ser melhor/pior, porque vou estar com amigas mais loucas e mais bêbadas.

A vida é bela, pena que dá ressaca.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Dilema de sexta

Vou desfilar minha graça e beleza na Soul de Santa ou na Pessoas do Século Passado?

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Bons auspícios

Eu andava meio puta com o teclado do meu trabalho. Era duro pra caralho e me deixava com dor no punho direito. Não tinha me animado a pedir para trocarem porque quando anterior começou a prender a letra "A" reclamei e trouxeram outro que prendia a tecla do espaço. Me emputeci e fui na salinha de entulho garimpar um teclado. Arrumei o que era duro e me resignei. Hoje, como o dia está atípico, abri um chamado no suporte pedindo um teclado macio. Né que trouxeram e ainda por cima rapidinho? E ó que já testei: tem acentos e não prende tecla nenhuma.

Realmente, hoje é um dia mais estranho que os outros.

E por falar em macumba

A gangue foi renomeada. Já não somos mais As mulheres loucas da Lapa e adjacências, como outrora. Agora somos A Lôra Má, A Morena Perversa, A Ruinva e A Desgovernada.

Ué, mas A Desgovernada já não era A Desgovernada antes? Era, mas quem desgoverna não faz diferença se para o bem ou para mal, sabe? Os desgovernados são inocentes, criaturinhas da natureza. Além do que, ela agora mora em Ipanema.

Macumba online

Desde que descobri, via Heleninha Roitman no Facebook, o Macumba Online estou viciada. Passo minhas horas de tédio fortalecendo macumbas alheia enquanto tomo coragem pra fazer as minhas próprias. Tô doida pra fazer a que "Dar Caganeira", 8ª em popularidade, pra uma galera.

Mas hoje decidi que vou começar com a divertida, embora não tão cotada, "Adquirir fedor permanente". Meu alvo serão todos aqueles que não respondem aos meus e-mails, bando de filhos da puta. Acho justo.

Será que é a água?

Acordei enjoada hoje. De manhã, não consegui tomar café. Fiz duas torradas, mas não desceram. Tomei um copo de suco e saí. Estranho, pois não bebi ontem. Encontrei meu amigo Marcelo Aouila, mas apenas jantamos sopa de batata doce com gengibre e bebemos coca zero no Lapa Café. Fui pra casa cedo e sóbria.

Daí passei na casa da Lôra Camafeu antes de vir pra repartição. Ela também tava tonta e enjoada. Nos falamos durante o dia e as duas estão com a sensação de ter um carrosel dentro da cabeça. Se não bebemos ontem, nem jantamos juntas, será que a água da Lapa está contaminada?

O carrosel continua girando e acho que vou vomitar a qualquer momento.

Momento O mundo é estranho

Castrinho acaba de adentrar o recinto, olhar para a minha cara, meter a mão no meu cabelo e vociferar: mas você é um camafeu! como eram as mulheres de antigamente, essa carinha já armada!

Amiga deste blog, companheira de tantos momentos estranhos, acaba de me mandar a mensagem acima. Tadinha, ela não ganha pra passar por isso no horário de trabalho. Há quem a chame de A Lôra, de Inglesinha, de Princesinha Nórdica e até de Anjinha, mas camafeu é sacanagem. É dura a vida de uma loira natural no Rio de Janeiro, já bastam os pândegos que chegam nela falando em inglês na noite da Lapa.

Confissão

Tá bom, contribuiu para minha alegria um moço bonito ter me mandado um torpedinho lisonjeiro às 9h23 da manhã. Adoro moços bonitos que pensam em mim antes das 10h e ainda tomam uma atitude para que eu saiba que sou lembrada.

Feliz

Tá chovendo e nublado. Fui na casa da Lôra de manhã e fiquei presa no elevador. Tô com dor de cabeça e enjoada. O 497 que me trouxe a esta aprazível localidade parecia o bonde do pinel, cheio de malucos falando alto, brigando entre si, pentelhando o cobrador e querendo interagir comigo. Quando cheguei no trabalho (atrasada) descobri que o encosto da minha cadeira tava quebrado e tive que garimpar uma menos quebrada na salinha de entulho. Sim, eu quase joguei tudo no chão, mas respirei fundo e entoei o mantra 'foda-se o mundo que eu não me chamo raimundo', ensinamento da minha sábia mamãe lelé.

Hoje poderia ser um dia ruim, mas não é. Tinha tudo pra ser, mas não é. Estou feliz, alegrinha da vida. Sabe por quê? Porque amanhã é sexta, véspera de sábado! E sábado.... é sábado. Rá!

Mó lazer

Ou, como diria A Lôra, só no prazerzão. Quem tem Formspring não fica entediado. Ontem alguém me perguntou sobre meu penteado vaginal. Lembrei do meu amigo André, que acha muita falta de educação (para não dizer noção) dar pitaco no penteado vaginal alheio.

É que dia desses um palhacinho cometeu essa indelicadeza comigo e, claro, foi assunto (piada) no Chope dos Leitores. Para piorar a situação - do moço -, o penteado sugerido era algo que eu definiria como 'visão do inferno'. Dá neuvoso só de imaginar.

Como eu sempre digo, o mundo é estranho.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Dodói mesmo

Hoje não fui trabalhar, estou muito gripada, com muita dor de cabeça e no corpo e a garganta ardendo. Tô um bagaço.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Eu não tô lelé!

Achei a chave de casa e, na verdade, nem tinha escondido! Lembram que sábado vieram uns amigos aqui em casa? Pois é. O que abriu a porta é bem alto, negócio de metro e noventa. Pois é. Ele colocou a chave em cima do meu microondas, que fica no alto e fora da vista do meu metro e sessenta.

Fiquei felicíssima ao saber que não fui eu quem escondeu a chave, nem briguei com ele!

Dodói

Sabia que todo esse cansaço não podia ser normal, afinal, apesar de sair e beber, durmo cerca de 6 ou 7 horas por noite. É suficiente. Mas desde o fim de semana estou me sentindo exausta, estranha e só piorando. Ontem fui pro Circo Voador mas não rendi nada e fiquei bebada com 3 ou 4 cervejas. Pouco depois de meia-noite vazei. Hoje acordei como se tivesse virado a noite bebendo e dançando: um bagaço.

Pois bem, depois de resistir bravamente a um dia de repartição, cheguei em casa há pouco com o corpo moido, a garganta ardendo, sensação febril e as maiores olheiras que já ousei ostentar. É, tô ficando doente. Saco.

E lá vamos nós...

Sigo eu com uma dor de cabeça do capeta. Acho que já tô me acostumado, mas também acho que isso não é bom. Sim, já bebi muita água, já tomei todos os analgésicos do mundo, já dormi, já cortei e voltei com o café, com o diabo. Nada dá jeito.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Dia ruim

Quando eu tava chegando no trabalho tinha uma mulher vestida de palhaço no ponto do ônibus. Nenhum dia que comece assim pode ser muito bom.

Mania besta

Ando uns três graus mais lelé que o usual. Tenho feito e sentido umas coisas meio estranhas, tipo umas manias novas. Que tenho mania de limpeza e arrumação é de domínio público. Todo mundo sabe que cheiro sabão pra me acalmar, que quando tô triste ou aborrecida vou pra seção de material de limpeza de algum supermercado e fico andando pra lá e pra cá, respirando fundo, observando os frascos, lendo os rótulos. Me acalma e me dá sensação de segurança aquele cheiro de limpeza, sabe? É limpo, é seguro, pode me proteger de todo o mal e iniquidade. Ai, um potão de Vanish O2, um Veja limpeza de pesada têm poder.

Comentei com um amigo e ele me confessou que vai pra livraria cheirar livro novo. Sei que ele frequenta a Travessão de Ipanema. Já pensou o diálogo, o vendedor pergunta se pode ajudar em alguma coisa e ele responde 'não, tô só dando uma cheiradinha'. É amigos, o mundo é estranho. O assunto surgiu quando revelei ter descoberto minha mania de arrumação ao me surpreender alinhando os livros em um sebo. Sei lá, sabe? Quando vi já tava alinhando as pilhas de livros usados. Daí ele me contou sua predileção por livros novos. Confesso que experimentei. Enquanto esperava minha irmã, entrei na Travessa da Rio Branco e cheirei uns livros, mas me senti meio oprimida pelos vendedores. Supermercado é bom que ninguém te importuna.

Ih, acabou de cair uma ficha, será que a culpa é da minha irmã? A gente sempre marca de se encontrar em livrarias, pra que chegar primeiro ter o que fazer enquanto espera. Antes do emprego atual, na Candelária, ela trabalhava na Rio Branco, na altura do Banerjão. Daí nos encontrávamos na Leonardo da Vinci. Pra me pegar arrumando os livros no Berinjela foi um piscar de olhos. Tadinha da minha irmã, nunca marcamos num supermercado, a culpa de eu cheirar sabão é dela não.

Mas então, até tudo bem. Cheirar um livrinho, uma barrinha de sabão de côco não fazem mal a ninguém. Tá, eu também gasto uma fortuna na farmácia, onde vu pra "ver as novidades". O motivo émais ou menos o mesmo do material de limpeza. É remédio, é ciência, vem de um grande laboratório, é seguro e vai me proteger. Tá, todo mundo já tá careca de saber da minha coleção de pomadas. O negócio é que agora inventei uma mania nova e, um tanto quanto masi perigosa. Dei pra perder chave. Não é qualquer chave, é a de casa.

Sexta passada meu cunhado foi lá em casa consertar a descarga do banheiro que tava vazando. Me ligou porque encontro a porta aberta. Tava encostada, mas não havia sido trancada. Fiquei apavorada e percebi que a chave não estava na minha bolsa. De manhã, eu simplesmente coloquei a chave na fechadura, puxei a porta e fui embora. Nem tranquei nem levei a chave comigo. Minha porta não é daquelas que "bate", ela abre na maçaneta por fora. O vizinho viu a chave na fechadura e chamou o porteiro, que guardou para mim, mas não trancou.

Hoje de manhã me atrasei para o trabalho porque não encontrava a chave para sair. Não saí de casa ontem, logo não posso ter perdido. Aliás, se tivesse perdido não teria entrado da última vez que saí. Devo ter escondido a chave de mim mesma para não vir trabalhar, o que também não faz nenhum sentido, já que existe a cópia da faxineira, que estou usando.

Como sempre digo, o mundo é estranho.

domingo, 11 de julho de 2010

Namore uma blogstar 2010 - Informes

O candidato que não comparecer ao teste presencial será eliminado do processo seletivo não cabendo recurso.

Dor de cabeça, teu nome é Roberta

Acordei às 3h30 hoje. Sim, da tarde. Mas acho justo, porque tinha ido dormir às 6h e acordado por volta de 10h. Acho justo dormir de novo ao meio-dia e acordar às 3h30. Só não acho justo estar com uma dor de cabeça do caralho, quando nem bebi tanto assim.

Outra coisa que não é justa é uma cerveja estourada no meu congelador. Ontem recebi amigos pra beber em casa e alguém esqueceu um latão de Skol no congelador. Já avisei que não quero saber quem fez a merda, só me interessa quem vai limpar.

Acho que estou um pouquinho mal humorada, mas só pela dor de cabeça e o cheiro de cerveja na geladeira. De resto, a vida é bela.

Preparativos

Em fevereiro de 2011 completo 40 anos. Gostaria de dar uma festa, mas tenho preguiça de organizar. Tinha combinado com OO irmos pra Paris comemorar juntos, mas não vai rolar. Ano que vem meu apartamento fica pronto, vou gastar muito dinheiro, não posso ir dar pinta em Paris com OO. Sabe como é, nós dois juntos e soltinhos no mundo... gastamos muito, compramos muito, bebemos muito, vivemos muito. De qq jeito, ele também tá meio enrolado da vida, propôs reagendarmos essa viagem para 2012, quando ele deixa a direção da faculdade e terá tempo. Daí seria uma celebração dupla. É uma boa proposta. Como paliativo mais em conta, tínhamos combinado ir pra NY agora em outubro ou novembro pra começar as comemorações dos meus 40 anos, mas tô vendo que não vai rolar.

Sei lá, acho que vou delegar a organização do meu próximo aniversário a um amiga festeira. Vou conversar com ela. Sei lá, sabe? Se bem que ando gostando de delegar coisas às amigas eficientes. Paulinha foi empossada minha gerente de bloco, vai programar meu próximo carnaval. Quem sabe Cacau vira minha gerente de aniversário.

Refém

Ando pensando como vou acabar com meus blogs. Em novembro de 2011 o OMEE completa 10 anos e em janeiro de 2012 é a vez do HTP. Acho 10 anos muito tempo pra um blog, acho que tiro os dois do ar no aniversário de 10 anos. Não sei se tiro do ar ou simplesmente paro de atualizar e deixo aí pra quem quiser ler 10 anos de arquivos.

sábado, 10 de julho de 2010

Eu sou um docinho de côco, tá?

Enquanto eu não blogo, divirtam-se com a impagável Carrie, a estranha. Ela conta nosso chope de quarta-feira passada.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

94 vezes, só hoje

Flor da Pele
Zeca Baleiro

Ando tão à flor da pele
Qualquer beijo de novela
Me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar "flor na janela"
Me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Meu desejo se confunde
Com a vontade de não ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele
Tem o fogo
Do juízo final...


Barco sem porto
Sem rumo, sem vela
Cavalo sem sela
Bicho solto
Um cão sem dono
Um menino, um bandido
Às vezes me preservo
Noutras, suicido!


Oh, sim!
Eu estou tão cansado
Mas não prá dizer
Que não acredito
Mais em você
Eu não preciso
De muito dinheiro
Graças a Deus!
Mas vou tomar
Aquele velho navio
Aquele velho navio!



Barco sem porto
Sem rumo, sem vela
Cavalo sem sela
Bicho solto
Um cão sem dono
Um menino, um bandido
Às vezes me preservo
Noutras, suicido!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Auspicioso

Gente, meu Concurso para namorado tá muito auspicioso. Toda hora chegam novos currículos e todos são ótimos pretendentes. Me apaixono e digo "encontrei meu futuro marido" a cada currículo. Não sei quem será o escolhido, mas sei que esse cadastro de reserva vai ser um luxo.

É hoje!

O Chope dos leitores começa às 20h, no Boteco do Gomes. Espero vocês lá.

E, para alegria maior ainda, nosso encontrinho marcará o início do Festival Narapalooza. É que domingo nossa Narinha completa 15 aninhos de pura travessura e vamos começar a beber e comemorar hoje. Tem programação diária!

Ai, é hoje o dia!

Ótema!

O mundo é estranho mesmo. Acordei de dor de cabeça pouco depois das 6h da manhã. Por volta de 7h30 não aguentei e tomei um dorflex, mesmo em jejum. Melhorou um pouco, mas não passou. Fiquei deitada pensado na vida, achei que nem ia conseguir ir trabalhar. Aí lembrei que era dia de Dona Betania e achei melhor levantar e sair. Sabe como é, minha casa é pequena demais pra eu partilhar com a faxineira. Ou ela ou eu. Vim para o trabalho.

Tô com uma dor de cabeça do caralho, do capeta, do demonho, mas tô bem, tô feliz. Aliás, vim para o trabalho numa alegria indígena. Não sei se é ressaca ou porque os dentes pararam de doer, porque tem Chope dos Leitores ou porque começa o festival Narapalooza... sei que tô alegrinha da vida.

Um amigo outro dia comentou que tem ressacas maravilhosas, reveladoras. Que compreendeu porque o céu é azul numa manhã de ressaca. Na hora eu zoei. Pois é, aconteceu comigo esta manhã. Acho que tive uma epifania. Sabe quando, quase que por mágica, tudo faz sentido? Quando cai a ficha e tudo parece claro, óbvio, fácil? Do azul do céu aos porquês que não existem, tudo faz sentido.

A vida é bela e eu adoro ser Roberta Carvalho.

A vida é bela

Especialmente depois de chegar em casa com uns chopes na cabeça. Estive com Madame Carrie, a Estranha. Bebemos, rimos, conversamos, fizemos amizade com o povo da Lapa e planos futuros. Adoro meus amigos. Adoro viver e ser Roberta Carvalho.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Chope dos leitores

Amanhã é dia de Chope dos Leitores da Roberta!
Aguardo vocês a partir das 20h, no Boteco do Gomes, como de costume.

Para quem não sabe, fica na esquina das Rua do Riachuelo com Avenida Gomes Freire. Quem não me conhece, é só perguntar por mim ao garçom.

Quem tiver livro pra autografar pode levar!

Alguns dias são piores que os outros

Hoje é um deles, digo dos piores. Dormi mal, acordei cedo e tenho duas reuniões na repartição. Odeio reuniões. Quando terminar o expediente corro pra Ipanema pra fritar meu sovaco no laser. Dói, mas faz feliz nunca mais depilar axila. Terminada a sessão, corro pra Lapa. Cerveja e papo com minha amiga Carrie, a estranha. Mesmo os piores dias têm que ter sua cota de alegria, né? Carrie faz feliz.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Indefinido

Não conheço a palavra para definir meu humor hoje. Não estou exatamente triste ou aborrecida, nem mesmo chega a ser um mau humor, mas estou irritadiça e com pouca paciência. Na verdade, o que me fode a vida é a dor nos dentes. Acho que há muito tempo não dóia tanto após uma apertada no aparelho. Eu não consigo comer e mal consigo falar. Dói o tempo todo.

Favor não encher meu saco.

Mó lazer

Eu e minha comparsa A Lôra tamu si divertino horrores com o Concurso para Namorado. É só alegria, só gargalhada, só sorrisos. Eu leio os currículos em voz alta pelo telefone pra ela. A Lôra faz a primeira triagem e lima os perebas. Ela tava certíssima, eu devia ter lançado logo essa bagaça antes. Concurso para Namorado faz feliz!

Ai, ai. Agora vou dormir que hoje já perdi a hora pro dentista, amanhã tenho trabalho pra caralho. Ah, a repartição não está em greve, tenho dado, quer dizer, cumprido expediente, que não sou mulher de dar assim.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Regras do Concurso para Namorado da Roberta

Primeiro o candidato a namorado da Roberta deve ler o Edital e, se achar que se enquadra, responder ao questionário básico. Em seguida, se não tiver encontrado muita dificuldade, deve me enviar as respostas, assim como seu currículo e uma carta de apresentação explicando porque quer me namorar e porque acha que me merece. Meu e-mail é roberta.carvalho@gmail.com.

Os currículos serão aceitos até o dia 18 de julho. No dia 20 será publicada a lista dos pré-selecionados que farão a prova prática. Os candidatos receberam a confirmação de data e hora por e-mail.

Caso seja aprovado e empossado O Namorado, o bruto, digo, o rapaz deverá ainda ser aprovado pela Banca Soberana. Não há estabilidade no cargo e o palhacinho pode ser exonerado a qualquer momento.

A partir da agora, para que eu possa continuar blogando sem prejuízo do concurso, o link para o edital e o questionário estão na lateral do blog.

O questionário

1) Você convidou uma moça para sair, mas, em cima da hora, pintou um programa melhor para fazer. Você:
A – Telefona e explica que sua mãe morreu.
B – Manda um torpedo dizendo que sua mãe morreu.
C - Manda um e-mail dizendo que sua mãe morreu.
D – Esquece o outro programa e gentilmente mantém o encontro com a moça.
E – Telefona, pede desculpas pelo furo e adia o encontro para o dia seguinte.
F – Simplesmente desaparece.

2) Você acorda de manhã e encontra uma calcinha no chão da sala. Você então:
A - Veste ela, afinal, tu é meio viadinho mermo.
B - Esconde para guardar de recordação, afinal, tu sabe que é um pereba e logo ela vai deixar de dar pra você.
C - Entrega carinhosamente para a moça que dorme na sua cama.
D - Esfrega no pau e toca uma punhetinha silenciosa enquanto ela dorme.
E - Pendura no ventilador e fica esperando que ela encontre a peça sozinha, enquanto dá risadinhas.

3)Qual desses itens NÃO frequenta assiduamente seu armário do banheiro:
A - Cortador de unhas.
B - Loção pós-barba.
C - Gel reparador de pontas com maxiqueratina.
D - Shampoo.
E - Papel higiênico.
F - Eu sequer tenho armário no banheiro.

4) Você chega em casa, num dia quente de verão, e descobre que está sem água. Você então:
A - Dorme sujo e suado.
B - Lava o sovaco com água mineral e vai dormir.
C - Aproveita a ocasião para tocar a campainha daquela vizinha gostosa.
D - Chama a peguete para passar a noite num motelzinho.
E - Vai tomar banho na casa de algum amigo.
F - Reúne todos os seus produtos de beauté numa nécessaire e vai dormir num hotel.

5) No panteão de heróis da sua infância tem lugar para:
A - O Jaspion.
B - O cantor deprimido daquela banda suja de rock.
C - O Oswaldo Montenegro.
D - O Mussum.
E - O Zacarias.
F - O Jece Valadão.

6) Você tem filhos?
A - Não, nem sei se quero.
B - Não, mas não vejo a hora de emprenhar a blogstar.
C - Sim, mas a mãe mudou de planeta e levou o rebento com ela.
D - Sim, visito sempre.
E - Sim, e estou em constante convívio com a mãe dele, que quer voltar comigo.

7) Amanhã é aniversário dela e você esqueceu de comprar um presente. Ela te chama para uma comemoração a dois. E agora?
A - Antes de chegar na casa da moça, você compra o kit básico flores, chocolate/vinho e capricha nos carinhos e no sexo pra que ela nem lembre de presente.
B - Capricha na cara de pau e quando ela abre a porta diz que o presente é você.
C - Capricha na cara de pau e mente: diz que o presente era uma surpresa, que comprou pela Internet e que a desgraçada da loja não entregou.
D - Inventa uma dor de barriga e não aparece.
E - Compra a primeira coisa que vê pela frente - mesmo que seja um quadro da Última Ceia de camelô - e chega na casa da sua amada cheio de razão e crente que tá abafando.

8) Você convida uma moça para jantar na sa casa. Ela chega, pontualmente, na hora marcada e toca campainha. Você abre a porta e:
A - Já está peladão, com o pau duro e uma taça de vinho tinto na mão. Lança um olhar lascivo para ela, balbucia um boa noite e a convida para entrar. Sem rodeios, diz que o jantar é ela.
B - Veste aquele moletom cinza velho de guerra, convida a dama para entrar e espalha vários panfletos de pizzarias sobre a mesa e pergunta qual ela prefere. Sugere uma promoção de tamanho família que vem com refrigerante e uma brotinho de chocolate grátis.
C - Serve uma taça de prosseco e dá uma de chef. Já está com o jantar meio adiantado, um risoto de funghi e aperitivos de camarão. A sobremesa está na geladeira: morango com chantily, que dependendo do decorrer da noite pode ter outras utilidades.
D - Encomendou um barco enorme de comida japonesa e serve um saquê gelado. Veste uma roupa casual chic e preparou a trilha sonora da noite ao estilo lounge. 
E - Tá tocando um vinil do The Doors. Você oferece uma cerveja gelada e prepara um baseado para aumentar a larica. O jantar, além das 24 cervejas que estão na geladeira, pode ser miojo com ketchup ou hamburguer da Sadia no pão de forma. Sobremesa: Bono de chocolate, um pacote para cada um. 


9) Você está na cama com uma mulher, já tomaram algumas cervejas e tão pelados no maior amasso.
A-  Você come ela.
B - Você come muito ela.
C - Você come muito ela, dá uma dormidinha e come mais.
D - Você come muito ela, dá uma dormidinha e come mais, dorme mais um pouco e come de novo quando acordar.
E - Você vai embora de pau duro no meio da madrugada.

10) Você está na casa de uma mulher com quem sai de vez em quando. Começa a rolar um amasso e ela tá chupando seu pau, mas você começa no emprego novo de presidente dos EUA amanhã de manhã.
A - Você deixa ela chupar até você gozar.
B - Você deixa ela chupar um pouco e depois come ela.
C - Você deixa ela chupar, chupa ela e depois come.
D - Você deixa ela chupar, chupa, faz barba, cabelo e bigode e vai tomar posse na Casa Branca virado, mas bem fodido.
E - Você sai correndo de pau duro e babado porque tem que trabalhar no dia seguinte.

Peraí, você não vai começar no emprego de presidente dos EUA amanhã de manhã? Porra, então larga de ser viadinho e come logo a mulher!


11) Você saiu com a moça pela segunda vez, transaram e percebe que ela tem mais experiência que você na cama. Você então:
A - Curte a noite, mas some. Afinal, uma mulher mais experiente é meio assustador.
B - Curte a noite e todas as outras que irão surgir. Afinal, o sexo com a moça é ótimo.
C - Transa com a garota, mas acha melhor nem fazer sexo oral nela. Afinal, com tanta experiência é piranha e deve ter uma zica na vagina.
D - Brocha.
E - Brocha e diz pra ela que o problema não é com você: é com ela por ser tão fogosa.

12) Você acha a Roberta Carvalho:
A - Gata, gostosa, inteligente e divertida.
B - Meio ranzinza, mas gata, gostosa, inteligente e divertida.
C - Linda, loira e japonesa, seja lá o que isso queira dizer.
D - Um tesão.
E - Ainda não tenho opinião formada, mas estou louco pra descobrir.
F - Não sei, mas quero muito namorar uma blogstar.


As questões foram elaboradas com a colaboração de Ana Paula Mattos, Camila Bartz, Graciana Martins, Juliana Krapp, Nara Franco e Vanessa Teixeira. Todas as situações são baseadas em nossas experiências com palhaços.

O Edital

Pré-requisitos básicos

É necessário que o candidato a namorado da Roberta...

- Seja heterossexual ortodoxo, emocionalmente disponível e não pertença à terrível classe dos homens traumatizados por ex-namoradas; não seja frouxo, pereba ou borracha fraca. Não tenha aversão a telefones, e-mails ou quaisquer ferramentas de comunicação. Compreenda que se marcou um compromisso comigo, tem um compromisso e que não é aceitável que telefone uma semana depois como se nada tivesse acontecido.

- Compreenda que "E aí, gata?" ou "Qual é a boa?" não são convites aceitáveis por uma dama. Também espero que saiba que marcar comigo em uma festa não é um encontro. Quem quer sair comigo deve me telefonar, marcar horário e, preferencialmente, vir me buscar em casa. Se marcarmos em um bar ou restaurante ele deve chegar antes. Uma mulher não deve ficar esperando.

- Aprecie o fato de que sou inteligente e estou acostumada a ser bem tratada. Saiba se comportar ao lado de uma mulher: me abra as portas; ao caminhar comigo na rua, ande do lado do meio-fio e não trombe comigo pra entrar primeiro em algum lugar.

- Esteja disposto a ser realmente companheiro, a confiar e partilhar o cotidiano, experiências, saberes, alegrias e tristezas: partilhar a vida. Goste de cuidar e ser cuidado, amar e ser amado, porque sabe que isso é uma delícia.

- Goste de sexo e não tenha problemas em praticá-lo em datas festivas.

- Seja solteiro. Não serve enrolado, com relacionamento aberto, que tenha um lance, um namoro ioiô, porra nenhuma. Desenrola antes de me procurar. Candidatos que tenham prole terão a inscrição aceita, no entanto, o currículo será analisado mais rigidamente.

- Tenha entre 25 e 45 anos, mas os rapazes entre 35 e 40 levam vantagem. É claro, se o cara tiver mais de 40, mas for situado, descolado, bem vestido e gostoso deve sim tentar a sorte, afinal quem não arrisca não petisca e adoro homens de atitude.

- Não seja nem muito feio, nem muito burro, nem muito chato. Meio feinho, meio burrinho ou meio chatinho a gente atura se for gostoso. Aliás, quanto mais gostoso, maior a licença pra acumular defeitos. Sei que é subjetivo, mas tem que me parecer um "homem atraente".

- Como diz uma amiga, ninguém merece homem que come feio. Então espera-se que o bruto coma sem mostrar o que está mastigando e saiba usar os talheres de forma a não envergonhar. Não precisa ser com o Padrão Itamaraty (segurando o garfo como se fosse um bisturi, segundo Camila Pohlmann).

- Espera-se que o candidato a meu bonitinho saiba dançar sem parecer um pombo; não se vista como um espantalho, tendo o mínimo de noção de como combinar cores; não use  bijuteiras ou jóias em excesso; não use toucas, bonés ou gorros; não aprecie camisetas tipo regata, aliás, nenhum tipo de camisa sem manga. Apare os pentelhos regularmente; não coce o saco nem fique brincando com o pau em público. Tenha senso de humor sem ser debochado; saiba manter uma conversa com encadeamento lógico e nível de correção da língua portuguesa aceitáveis; não implique com meus amigos e não dê em cima das minhas amigas em qualquer ocasião e em cima de mulheres em geral na minha frente.

- Supõe-se, ainda, que o candidato esteja apto a circular tanto pelos botequins e muquifos, como por lugares limpinhos e restaurantes agradáveis. Não tenho paciência pra gente enjoada e fresca. Ah, também não pode ficar catando os temperos da comida e reservando no canto do prato porque não come cebola. Isso é coisa de viadinho.

- Possua proventos próprios, não me importam de qual origem, desde que seja lícita e o moço esteja apto a se sustentar. Não precisa ser rico, mas é necessário que o candidato possa acompanhar meu estilo de vida. Pobreza financeira nem é o problema, o que não aceito é pobreza de espírito. Dentro do quesito "saúde bancária", também é necessário ressaltar que considero avareza, muquiranice, usura, sovinice e todos seus sinônimos perversões inaceitáveis. Todo mão de vaca é corno e meu namorado não é corno, logo o mão de vaca não é meu namorado.

- Hábitos higiênicos adequados são inegociáveis. Passível de desclassificação a qualquer momento do processo seletivo ou mesmo depois de empossado.


Itens não obrigatórios, mas que acrescentam pontos:

- Nível superior completo.
- Preferencialmente, morar sozinho. Com um amigo ou irmão é aceitável. Com a mamãe,a vovó, a titia ou a dindinha jamais.
- Gostar de animais em geral e gatos em especial.
- Não ter grande apreço por esportes, principalmente futebol. Pode ir ao estádio, só não espere que eu vá junto.
- Gostar de ler. Saber quem é Gabriel Garcia Marquez. Não é necessário ter compreendido Matéria e Memória.
- Preferencialmente não ter nenhuma ligação com o bairro de Vila Isabel, nem mesmo a casa da madrinha.
- Ter todos os dentes, de preferência bem cuidados.
- Saber dirigir automóveis.
- Estar apto a operar furadeira e fazer pequenos reparos domésticos.
- Gostar de viajar.
- Apreciar cerveja, caipirinha, cachaça e o que mais de alcoólico for servido.
- Não gostar de coentro ou pelo menos não fazer questão deste suposto tempero na comida.
- Saber cozinhar.


Detalhar habilidades específicas (se tiver alguma) no currículo.


Estão excluídos do processo seletivo

Casados, carecas biológicos e calvos em geral que usem penteado de "pega emprestado" (é ridículo); homens muito peludos, modelo urso; portadores de pau muito pequeno ou modelo lápis, mutilações ou próteses. Possuidores de perebas em geral, cáries e caspa. Estes são enquadrados na categoria sexo bizarro, da qual não sou adepta.

Homens excessivamente ciumentos também não devem concorrer.

* Não há restrições qnto à piercings ou tatuagens...mas também não vou sair por aí de mãos dadas com um álbum de figurinhas ou uma almofada de alfinetes.


E aí?....
Se após ler o edital você se considera apto a participar do concurso responda ao questionário e me envie por e-mail junto com seu currículo e carta de apresentação. Por favor, releia com calma e passe o corretor ortográfico antes de enviar. Atentados ao idioma me causam secura vaginal.

Namore uma blogstar 2010

Conforme anunciado, publico hoje o tão aguardado concurso pra 'meu bonitinho'. Afinal, o cargo está vago há um tempão. Estou solteira desde novembro de 2008. Já deu tempo de cicatrizar tudo, me divertir e pistolar na noite: como diria A Ruiva, estou prontinha para namorar!

Como sou uma blogstar assediadíssima e a concorrência é enorme, será realizada uma triagem dos excessivamente palhaços por meio de um questionário básico. Tal qual na primeira edição, contei com o auxílio luxuoso das amigas na elaboração das perguntas com base em nossa larga experiência no ramo do entretenimento circense.

Você palhacinho fofo, solteiro e cheio de amor da pra dar, doido pra ter uma blogstar entre seus braços fortes! Leia o edital com atenção e, se estiver apto, responda ao questionário. São perguntas não apenas de cunho sexual ou higiênico - os tópicos mais importantes -, também são abordadas questões de educação moral e cívica básica.

Se você achar que foi bem e respondeu sem hesitação, prepare um currículo e uma carta de apresentação explicando porque você quer me namorar e porque acha que me merece. Não precisa ter pressa, escreva tudo calma e atenção. Depois envie para roberta.carvalho@gmail.com e aguarde a resposta.

A classificação será publicada aqui e os candidatos pré-selecionados receberão comunicado via e-mail com data, hora e local da prova prática. Não serão aceitos recursos ou reclamações. O concurso é meu, então faço como quiser e concorre quem quiser.

Os três finalistas passaram pela etapa final, que consiste em um jantar com meus amigos, ora denominados A Banca. O Aprovado será empossado Namorado da Roberta e a partir de então poderá desfrutar de todas as delícias e privilégios que o cargo dá direito. Claro, há um período de experiência de três meses, renováveis por mais três. Apesar de haver uma política de incentivo e valorização da mão de obra empregada, não há estabilidade no cargo e O Namorado pode ser exonerado a qualquer momento, sem direito a recurso.

Não desanimem rapazes, lembrem-se que vai haver cadastro de reserva e o concurso não prescreve. Sempre que um Namorado for exonerado prometo dar preferência ao cadastro de reserva na escolha de outro. Ah, sem contar que a mulherada já tá de olho na repescagem.

O tão aguardado Concurso para Namorado

A versão original do meu Edital para Namorado foi publicada em 28 de abril de 2002. Já se vão sete anos. Caralho, sete anos é tempo pra caralho! Desde então tive dois namoros, um de quatro anos e outro de um. Ambos leitores e fãs. Ambos ótimos palhacinhos, queridíssimos. Recomendo os dois muitíssimo. Aliás, os dois namoram ou namoraram com outras leitoras e fãs minhas depois. Como sempre digo, esse negócio de blog diverte e dá até pra comer gente!

Mas então, já tem coisa de um ano que ameaço reeditar meu concurso para namorado e acabo desistindo. Sabe como é, tô fazendo nada mermo, mas acaba aparecendo alguma coisa pra fazer e deixo pra depois, fico sem tempo. Mas eis que os últimos acontecimentos me convenceram que era dada a hora. Quem lançou a semente do mal foi menina Juliana Krapp (de olho no cadastro de reserva que eu sei que lôra não é boba): eu acho que você devia aproveitar que tá na moda e relançar seu concurso pra namorado! Sabe como é, com o lançamento do livro do HTP, Roberta Carvalho é o último grito: ui!

Consultei outros amigos, a revista Nova Cosmopolitan e o os astros, representados pelo Personare. Unanimidade. Então resolvi que seria auspicioso aproveitar a maré de sucesso e a entressafra de palhaços e relançar o edital, ora denominado Namore uma blogstar 2010. Nesta, digamos, releitura, estou mais exigente e objetiva. Claro, como sempre, continuo pândega. Se não comer ninguém, pelo menos me divirto.

Seda pura

Ou Da série Porque eu amo a Revista Nova.

Tava eu de bobeira flanando pelo site da publicação supracitada e eis que vejo o teste Você é namorável?. Imediatamente lembrei do meu concurso e quase gritei "rá!". O resultado? Te mete, matei as outras beeeshas de inveja:

A companheira

Se o material de que é feita uma namorada fosse um tecido, você seria seda pura. “Está aberta a um relacionamento, mas não muda seu jeito de acordo com o homem da vez”, analisa a psicóloga Sheilagh Shusta-Hochberg. Você mantém a sua identidade e tem vida própria. “Se o romance não der certo, não perde o chão, porque não depositou todas as fichas nele.” Quando namorado quer jogar futebol com os amigos, você aproveita para se encontrar com as amigas. Também tem plena consciência de que é normal sair sozinha de vez em quando e acabar sendo paquerada por outros homens, mas está segura da sua escolha. Além disso, sabe quando encher seu amor de carinhos (preparando, por exemplo, um jantar-surpresa) e a hora de pedir um mimo em troca. Esse dar-e-receber faz seu romance ficar firme como uma rocha.

E aí, pangaré, ainda tava em dúvida se participava do meu Concurso para Namorado? Sou seda pura!
Tá esperando o que? Responde logo o questionário, prepara o currículo e a carta de apresentação e envia tudo para roberta.carvalho@gmail.com.

Conjunção astral favorável!

Ou Da série Personare sabe tudo!


Marte em trigono com Vênus natal até 18/07, 11h04

Entre os dias 29/06 e 18/07, o planeta Marte estará formando um ângulo harmonioso em relação ao planeta Vênus do seu mapa astral, Roberta. Este tende a ser um período particularmente positivo para o sexo, o prazer, uma fase em que você provavelmente sentirá que está irradiando um magnetismo pessoal maior, e de fato estará... Convém aproveitar o momento, circular mais, fazer-se ver, exibir-se um pouquinho não faz mal ninguém, afinal de contas.

O magnetismo pessoal irradiado neste momento vai bem além da mera esfera sexual, entrando em todas as suas áreas sociais, do trabalho às amizades. As pessoas estarão percebendo em você um "tesão maior" para fazer as coisas, uma percepção de que você estará tendo mais prazer em viver a vida. E você, é claro, poderá contaminar positivamente os outros com esta qualidade, neste momento.

Redobre a atenção no período que vai de até 05/07, Roberta, pois a Vênus celeste estará estimulando positivamente também o seu Marte. Nestes dias, boas coisas podem ocorrer no que diz respeito às suas questões afetivas e sexuais. Seu magnetismo pessoal estará com a corda toda! Que tal se produzir e ir à luta? Você está no seu momento, afinal!


É hoje, rapá!

domingo, 4 de julho de 2010

Palhacinhos, tremei!

Programei os posts do Concurso Namore uma blogstar para as 8h da manhã desta segunda-feira. Enquanto eu estiver a caminho da ortodontista para apertar o aparelho vocês estarão lendo o edital e minha sorte amorosa estará lançada!

Ai, que ansiedade!

Confissão

Destesto quando blogo horrores e ninguém comenta nada. Bando de muquiranas. Depois ainda resmungam que eu posto pouco.

Na residência do Grajau

E eu que pensava talvez ser a única pervertida  ir no no Rede Economia em pleno domingo de sol. Somos muitos: o supermercado tava cheio. O alvoroço era tanto que acabei esquecendo de pesar a banana. Lástima, tava tão amarelinha, tão linda. Sentirei falta de comer uma bananinha amanhã de manhã.

Restabelecida da incursão o universo paralelo dos supermercado bagaceira - precisei de um longo banho quente - rumei para o Grajau. Sabe, o bairro que minha família trololó escolheu para morar não é ruim, mas eu jamais moraria lá. É calmo, arborizado, pouca gente na rua e mais casas do que edifícios. DETESTO. Se eu não morasse na Lapa moraria em Copacabana. Gosto de movimento, de comércio, de lojas 24h, variedade, mistura, trânsito e confusão. Como resumiu Nara Frango, moradora de Copacabana, uma vez que fomos juntas ao aniversário de uma amiga no Grajau "que porra de bairro deserto é esse? Soltam um leão na rua às 7h da noite, caralho?". Foi um cu pra arrumar um táxi naquela noite.

Tergiversei, mas vocês compreenderam o apreço que nutro pelo caralho de lugar onde aquelas porra de malucas que tenho por mãe e irmã inventaram de morar, né? Pois é. Então já entederam o bom humor que se apossou do meu ser nesta tarde enrolarada. Cheguei lá rosnando. Após confirmar por telefone que eu estava a caminho, minha irmã comentou com meu cunhado "Beta está uma fera hoje". Quando a campainha tocou o pândego disse "o leão chegou". O leão do Grajau sou eu e Beta é o caralho que destesto apelidos.

Ah, sim! É verdade!

Ontem não saí à noite. Fiquei acamada. Pensei em ler ou escrever, mas não tava com disposição nem pra blogar. Mesmo a minha querida revista Nova Cosmopolitan, que todo mês me ensina 136 técnicas infalíveis pra deixar o gato enlouquecido na cama + 382 dicas de makes incríveis + 87 looks de arrasar, me animou. Quando nem a Nova me anima é grave a crise. Vi filmes medonhos na TV e dormi. Foi ruim não. Eu tava muito cansada, não ia render se tivesse saído e não tinha companhia mesmo. às vezes, o mundo é bem estranho.

Domingo de sol

Tá um dia lindo, queria muito ir andar na praia, sentir a areia gelada da beira do mar embaixo dos meus pés, olhar o mar, talvez dar um mergulho. Queria mas não vou. Tenho laser na quarta-feira e já tinha marcado de almoçar com a minha mãe. Ela está tristíssima porque a Argentina foi eliminada da Copa, vou lá consolar a velha.

A vida é bela, mas às vezes é meio idiota. Vou ao supermercado porque acabou o pão e o inseticida, o queijo mofou e preciso de uma lâmpada pro meu abajur de cabeceira. Vou tomar café na padaria vendo o povo e seus costumes passarem pela Praça João Pessoa e depois me jogo no Rede Economia xexelento da Gomes Freire. Daí trago a tranqueira em casa, tomo um banho e vou pro aprazível bairro do Grajau ver minha família. Isso era a última coisa que eu queria/devia fazer hoje, mas muito menos estou com paciência pra ladainha de "estamos com saudade. Você tem família sabia?" ao telefone. Melhor ir pra uma visita rápida.

Depois talvez vá tomar uns drinques em algum lugar ou vá a um samba com uma amiga. Não sei, sabe? Tenho gostado de estar sozinha. Não ando com paciência pra outras pessoas. Tem que falar, tem que conversar, tem que sorrir. Normalmente eu gosto, mas às vezes cansa. Tô cansada. Mais tarde decido meu destino.

A vida é bela

Especialmente quando estamos medicados.

sábado, 3 de julho de 2010

O mundo é estranho

Acordei há pouco, tava exausta e chapei por volta de 17h. Dormi pesado, a ponto de nem ouvir o telefone tocar, coisa rara. Pra piorar o que já era ruim, acordei assustada com um pesadelo esquisitíssimo. Saco, odeio pesadelar. Eu tinha dormido pouquíssimo, ontem fui ao show do Lobão no Circo Voador com companheira Juliana Krapp, fui dormi tarde e, como o mundo é muito estranho, me acordaram cedo.

Hoje foi um dia bem estranho, mais do que a média. Tinha combinado ir na Feira da Lavradio com a Ju, mas acabamos ficando com preguiça. Arrumei minha casa e fui pra casa dela. A Lôra me mima: fez almoço pra mim, ela me alimenta. Enquanto ela foi tomar banho deitei pra um cochilinho e chapei. Acabou dando preguicinha e não saímos. Vim pra casa dormir mais. Sei que contado assim não parece estranho, mas garanto que foi.

Não sei se vou sair hoje. Tenho tanta coisa pra ler e para escrever. Fiquei menstruada enquanto dormia, meu corpo dói e meus olhos ardem. Talvez eu esteja ficando gripada, esteja adoentada. Talvez seja melhor ficar acamada, como diria O Orientador.

Acho que (tentar) vou passar mais tempo em casa a partir de agora. Tentar não custa, mas que é difícil, é.

Hoje não é dia de Zeca Baleiro

Tô ouvindo Cassia Eller o dia inteiro.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Adoro quintas que são sextas

Vou beber e, quem sabe, dançar. Fui convidada para duas festas. É doce a vida de blogstar.

A vida é bela

E quando menos se espera, acontece alguma coisa ótema!

Adivinhem!

1) Quem me ligou?
Sim, ele, o Palhaço Glamour. Não atendi.

2) O que estou ouvindo?
Sim, Zeca Baleiro.

3) O que eu bebi?
Cerveja, é claro!